Consultor Jurídico

Comentários de leitores

8 comentários

Discordo totalmente

AC-RJ (Advogado Autônomo)

Combater a corrupção e o mau gerenciamento de vários governadores e prefeitos também faz parte de medidas protetivas a favor da população para se defenderem da pandemia chinesa.

É no mínimo um crime hediondo vários governadores e prefeitos tendo recebido enormes quantias do governo federal, as tenham desviado ou desperdiçado.

Ao contrário do que o artigo sustenta, não se deve dar trégua a quem comete tais crimes hediondos. Devem ser investigados e punidos com o máximo rigor o mais rápido possível, dada a elevada e injustificável quantidade de mortes que provocaram. A população não pode esperar mais.

Perfeito quanto ao conteúdo e momento

Fernando Lemme Weiss (Procurador do Estado)

O Brasil está tentando se recuperar de duas recessões recentes, a primeira decorrente da malversação de recursos públicos (2015/2016) e a segunda da Covid. A hora é de construir e não de sabotar.

Parabéns pela Reflexão

Alex Tavares dos Santos (Procurador Federal)

Excelente reflexão, Marcelo. Mais uma vez, o que se vê é a priorização dos interesses partidários sobre o interesse público; é o povo sendo tratado como mero pretexto. Só não enxerga quem, interessado na questão partidária, bloqueia a própria visão para não alcançar, propositadamente, o panorama completo e real. Mas são apenas os registros de uma opinião e da congratulação pela coragem de escrever sobre isso em um momento em que as paixões tem se sobreposto à razão, até em pessoas inteligentes e, eventualmente, bem intencionadas.

Mas e...

Proofreader (Outros)

O (des)governo federal cuidou do povo antes da CPI?

Dr. Buhatem, discordo

Rejane G. Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Pregar a pacificação é sempre nobre, porém deve conter-se ante a real possibilidade de induzir o Povo a conformar-se com o que é inadmissível. Tomemos como paradigma a própria CPI da Covid. Deveria ser o fórum para apurar todas as irregularidades que o senhor apontou como corrupção de alguns governadores e prefeitos, o desvio de milhões repassados pelo governo federal, a pressão econômica de grandes indústrias farmacêuticas, etc. Com relação à "BIG PHARMA", a CPI da Covid parece ser o fórum de "marketing" da Pfizer. Muitos fatos estranhos e incoerentes em torno dessa empresa. O Sen. Renan Calheiros refere-se à empresa nos trabalhos da CPI como se fosse seu representante no Congresso. Aqui mesmo na Conjur, especialistas em Direito Internacional Privado publicaram artigo sobre o contrato da Pfizer com a União, com cláusulas muito questionáveis. Houve "vazamento" de e-mails de executivos da Pfizer enviados ao governo federal, culminando com um e-mail do presidente da empresa no sentido de pressionar a conclusão do contrato. Havia, inclusive, uma proposta, a meu ver muito estranha, de que, caso a ANVISA não aprovasse a vacina, as doses não precisariam ser pagas. A par disso, sou do grupo de pessoas que questionam as medidas "sanitárias" aplicadas sem racionalidade nem sólida fundamentação científica. É claro que a cada indivíduo deve ser assegurada a opção de usar máscaras e luvas, mas jamais imposta se não for comprovado o perigo iminente à saúde, o que, ao contrário, é comprovado em relação ao uso constante de máscaras e ao isolamento social prolongado. A meu ver, devemos avançar na CPI, sempre pacificamente, mas investigar também as denúncias de homicídios em hospitais.

Pfizer

Rejane G. Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Conforme publicado no site "greatgameindia.com", em 2009 a Pfizer foi condenada pela Justiça americana à maior indenização já apurada na história daquele país. Foi condenada em mais de DOIS BILHÕES de dólares por colocar à venda medicamentos nocivos aos pacientes, sabedora dessa circunstância conforme ficou provado nos processos judiciais. Uma notícia dessas deveria ter sido amplamente divulgada por todo o mundo, mas poucos ficaram sabendo porque a grande mídia faz parte do conglomerado das grandes corporações transnacionais. No texto da reportagem, há um vídeo das autoridades americanas, explicando sobre a condenação numa entrevista coletiva.
Essa informação é relevantíssima, sobretudo no contexto das negociações dessa empresa com o governo brasileiro para vacinação de milhões de brasileiros.
https://greatgameindia.com//pfizer-fraud-settlement/
Outro importante documentário mostra bem como as empresas farmacêuticas visam ao lucro em epidemias e pandemias, pura e simplesmente, e como têm "representantes" em governos de vários países e na OMS. Imperdível o vídeo abaixo
"Fogo nas Veias"
https://www.youtube.com/watch?v=zw6l02BmnVc

*** Desde 2013, vivemos na iminência de uma guerra civil e, desde então , sediamos a Copa do Mundo, as Olimpíadas, formalizamos o "impeachment" da Presidente Dilma, convivemos com a ascensão e queda da Lava Jato e com a sórdida corrupção dos respiradores e hospitais de campanha. E eu faço parte do grupo que defende o tratamento precoce com base em pareceres de renomados cientistas. O tratamento precoce para a Covid é cientificamente comprovado como eficaz, com um grave efeito adverso - é feito com medicamentos sem patente. Quem alega ser defensor do Estado de Direito e dos direitos humanos tem que se explicar.

O vídeo "Fogo nas Veias"

Rejane G. Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Antes de publicar o comentário acima, verifiquei se o vídeo ainda estava disponível no youtube. Se, por acaso, for removido nas próximas horas, está disponível no meu canal no Telegram inclusive para download a quem interessar.
t.me/TVAMARANTE

Prêmio Nobel Luc Montagnier - "vacinas causam variantes"

Rejane G. Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Prêmio Nobel Luc Montagnier explica como as vacinas de Covid-19 estão criando variantes.

https://greatgameindia.com/covid-19-vaccines-creating-variants/

Comentar

Comentários encerrados em 29/05/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.