Consultor Jurídico

Anonymous

Polícia Federal prende dois suspeitos de tentar hackear a Justiça de São Paulo

A polícia federal cumpriu hoje, por determinação da 7ª Vara Federal Criminal de São Paulo, diligências para a prisão preventiva de dois homens apontados como os responsáveis por uma ação hacker que pretendia manipular processos no sistema Processo Judicial Eletrônico (PJe). Um dos suspeitos já foi preso e o outro é considerado foragido. 

Os homens usaram os nomes de dois magistrados para tentar obter vantagens
Reprodução

A polícia iniciou as investigações com base em relatórios de inteligência produzidos pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3). Segundo os registros, foram usadas assinaturas fraudulentas de dois magistrados da Justiça Federal de São Paulo. Elas foram neutralizadas no sistema após a identificação.

Os homens tentaram obter vantagens pessoais e financeiras, por meio de certificados digitais falsos e contas sequestradas, em levantamento de valores de processos com tramitação na Justiça Federal em São Paulo. Os suspeitos ainda tentaram bloquear o rastreio de navegação do aparelho, mas a polícia os identificou em Campo Grande (MS).

Os antecedentes criminais dos indivíduos incluem práticas semelhantes às investigadas na operação deflagrada hoje, denominada Escalada Cibernética. Os homens podem responder pelos crimes de uso de documento falso, furto qualificado e invasão de dispositivo informático. Com informações da assessoria de imprensa do TRF-3. 




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 19 de maio de 2021, 16h54

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/05/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.