Consultor Jurídico

Estúdio ConJur

Caputo, Bastos e Serra Advogados é o novo parceiro da ConJur

O escritório Caputo, Bastos e Serra Advogados é o novo parceiro da ConJur. Fundado em Brasília em 2010 pelos irmãos Gustavo Caputo Bastos e Francisco Caputo, além do procurador do DF, Luís Serra, o CBS é especializado em contencioso judicial e administrativo e no consultivo empresarial, em diversas áreas de direito público e privado.

Além da sede na capital federal, o escritório hoje tem filiais em São Paulo e no Recife. Nos últimos anos, o CBS Advogados foi listado em importantes rankings como o Chambers Latin America e o Análise Advocacia 500, do qual apareceu pela sexta vez seguida entre os principais escritórios de Brasília e um dos maiores do país.

 O sócio-fundador Francisco Caputo é conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e presidiu a OAB-DF de 2010 a 2012. Foi por iniciativa da gestão dele que o sistema OAB começou a adotar medidas afirmativas para as mulheres, culminando, em 2020, com a adoção da paridade de gênero nas instâncias decisórias. Ele celebra a parceria com a ConJur.

"Além de tradição e da ética profissional, é uma alegria poder contar com uma equipe multidisciplinar de profissionais dedicados e talentosos que atuam com toda expertise e agilidade necessárias para cada tipo de demanda, na busca por uma estratégia assertiva e personalizada", destaca Kiko Caputo, como é conhecido.

 Para o sócio Gustavo Caputo Bastos, é uma honra ter o nome do escritório atrelado ao maior veículo de imprensa voltado ao Judiciário brasileiro. "Com isso, consolidaremos o reconhecimento permanente do escritório como referência na advocacia e ofereceremos aos mercados público e privado soluções jurídicas competentes e individualizadas por meio das melhores práticas."

Clique aqui para acessar o site do apoiador




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 10 de maio de 2021, 16h29

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/05/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.