Consultor Jurídico

Aplausos da advocacia

Jurista José Afonso da Silva completa 96 anos e recebe homenagens

O jurista, professor e especialista em Direito Constitucional José Afonso da Silva completou 96 anos nesta sexta-feira (30/4) e foi homenageado em um evento virtual, promovido pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Comissão de Direito Constitucional e Instituto Iberoamericano de Direito Constitucional. 

Reprodução/YoutubeConstitucionalista José Afonso da Silva completa 96 anos e recebe homenagens

O primeiro discurso foi do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, que destacou a "paixão e generosidade" com que o constitucionalista se dedicou à Ordem. "Temos muita gratidão por sua trajetória e sei que falo em nome de toda a advocacia", afirmou.

O presidente da Comissão Nacional de Estudos Constitucionais do Conselho Federal da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coelho, chamou José Afonso da Silva de "maior constitucionalista do país". "É o momento de celebrar esse grande jurista. São 96 primaveras dedicadas a ajudar o próximo, a defender o Estado Democrático de Direito".

Lenio Luiz Streck, jurista e colunista da ConJur, disse que "homenagear alguém que escreveu os livros com os quais nos formamos é um encontro com a História". Ele destacou as realizações de José Afonso da Silva pelo país, pelo Direito e pela democracia. "José Afonso é um grande professor e grande cidadão brasileiro".

O ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal Sepúlveda Pertence fez uma "saudação de amigo" a José Afonso da Silva e disse ser "leitor fervoroso" das obras do constitucionalista. "José Afonso é uma figura singular, sobretudo por sua simplicidade. É um homem afável. Deixo meu agradecimento por tudo que lhe devo como jurista e como amigo", disse.

Emocionado, José Afonso da Silva agradeceu a homenagem e lembrou do início da carreira. "Entrei na faculdade como alfaiate e trabalhei como alfaiate até o segundo ano do curso. Fiz meu próprio terno de formatura", disse. O jurista também se emocionou ao recordar do pai, quase analfabeto, orgulhoso do filho formado em Direito: "Tive uma vida muito boa e simples".

Também discursaram no evento a advogada e integrante do IPPC Ana Beatriz Presgrave, o advogado Ruy Samuel Espíndola, o presidente do Instituto Iberoamericano de Direito Constitucional Diego Valadés, além dos juristas Domingo Garcia Belaunde e José Palomino Manchego (ambos do Peru) e Clèmerson Clève.

Clique aqui para ver o evento




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 1 de maio de 2021, 15h48

Comentários de leitores

3 comentários

Papa do Direito Constitucional Brasileiro

Rafael Calegari (Serventuário)

José Afonso da Silva deve ser mais citado nas sentenças e acórdãos, se o Poder Judiciário pretender recuperar o crédito perdido nos últimos anos. Que a homenagem ao mais importante jurista constitucionalista brasileiro sirva de lição de casa aos magistrados viciados em citar jurisprudências irrelevantes ao invés da melhor fonte subsidiária que há no Direito brasileiro: a verdadeira doutrina.

Direito constitucional

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

Estudei Direito, depois de Sociologia, especialmente, Direito Constitucional, usando os livros do Professor José Afonso da Silva, símbolo do Brasil Democrático.

Mestre José Afonso da Silva

Rejane G. Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Tive o privilégio de apertar a vossa mão, na rua, na qual o senhor caminhava com a simplicidade que lhe é peculiar. Não fui vossa aluna, mas leio o vosso livro de Direito Constitucional diariamente, desde que foi publicado. Sempre encontro algo mais. Aplausos para os vossos noventa e seis anos de vida, um exemplo a ser seguido. Queremos mais, Mestre !

Comentários encerrados em 09/05/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.