Consultor Jurídico

Articulação política

Bancada ruralista ainda tenta emplacar advogado como ministro do Meio Ambiente

Um grupo de parlamentares da bancada ruralista liderado pela senadora Kátia Abreu (Progressistas-TO) ainda tenta emplacar o nome de Aldo De Cresci, sócio do Tess Advogados, para ministro do Meio Ambiente. Joaquim Álvaro Pereira Leite já teve sua nomeação publicada no Diário Oficial da União após a saída de Ricardo Salles. 

O advogado Aldo De Cresci está em Brasília
Divulgação

Assessor especial de florestas plantadas do Ministério da Agricultura e secretário-executivo da Frente Parlamentar da Silvicultura, De Cresci está em Brasília nesta quinta-feira (24/6) para uma reunião com Abreu, seu filho Irajá Silvestre Filho, senador por Goiás (PSD), o deputado Newton Cardoso Filho (MDB-MG), entre outros parlamentares. Há previsão de ida ao Planalto para conversar com o presidente Jair Bolsonaro ainda hoje.

Especialista em florestas, De Cresci foi eleito advogado principal na área de Investimento Florestal pela Chambers & Partners Latin America por dez anos consecutivos. Não é a primeira vez que o nome dele aparece como candidato a ministro do Meio Ambiente.

O advogado, que entre outras bandeiras defende a liberação da compra de terras por estrangeiros, teve seu nome ventilado na época da formação do governo Bolsonaro. É também assessor especial de florestas plantadas do Ministério da Agricultura e secretário-executivo da Frente Parlamentar da Silvicultura.

Álvaro Pereira Leite, apesar de ter demonstrado apoio a Salles, não seria tão próximo do presidente e de seus filhos e não teria a capacidade de articulação política do antecessor.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 24 de junho de 2021, 16h19

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/07/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.