Consultor Jurídico

O Quatrilho

TJ-PE lança edições de livros que contam a história do Judiciário pernambucano

O Centro de Estudos Judiciários do TJ-PE lança nesta terça-feira (22/6), às 11h, quatro livros sobre a história do Judiciário pernambucano. O evento virtual será feito pela plataforma Webex e veiculado no canal oficial do tribunal no YouTube.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco
Divulgação

Dois séculos servindo à ordem e à liberdade: perfil histórico do Tribunal de Justiça de Pernambuco celebra o aniversário do TJ-PE e vem atualizar o livro editado em 1972, quando comemorava o seu sesquicentenário, na gestão do desembargador Augusto Duque. As informações agora são complementadas até os dias atuais, como a relação dos desembargadores, desde 1822 até 2021, e o rol dos presidentes da Corte, também no mesmo intervalo.

A 3ª edição do livro História das Comarcas Pernambucanas mantém presente a obra iniciada em 1994, ano de sua 1ª edição, e resgata a história de cada comarca de Pernambuco, desde a origem dos municípios, a criação das comarcas, suas instalações, a criação de novas unidades judiciárias, as organizações eleitorais, os nomes dos juízes do estado, entre outros dados de caráter histórico, geográfico e informativo.

O 14º volume da série Memória Judiciária, sob o título Gestores da Justiça: Presidentes do TJ-PE 1970/2021, apresenta os perfis biográficos, os discursos de posse e os marcos da gestão de cada um dos presidentes do Tribunal, desde 1970, com o desembargador

Já o livro A Arte no Tribunal: uma homenagem aos autores traz a história do projeto arquitetônico e o contexto em que foi erigido o prédio do Palácio da Justiça, ilustrações do edifício e das obras de artes e perfis biográficos de seus respectivos autores, como Giácomo Palumbo, Heinrich Moser, Marianne Peretti, Tânia Carneiro Leão, Daltro Neves, Salete Amaral, Cavani Rosas, Sylvio Pinto, Armando Romanelli, Francisco Brennand, Murillo La Greca e Bibiano Silva.

O evento ocorre com o encerramento das atividades de José Fernandes de Lemos como diretor do Centro de Estudos, em razão de sua aposentadoria.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 21 de junho de 2021, 18h30

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/06/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.