Consultor Jurídico

Coisa rápida

José de Lima assume temporariamente cargo de procurador-geral do Trabalho

O subprocurador-geral do Trabalho, José de Lima Ramos Pereira, assumiu temporariamente o posto de procurador-geral. Ele vai ficar no cargo até o final do próximo mês, quando um novo PGT será empossado.

José de Lima Ramos Pereira (à esquerda) assume o cargo de Alberto Bastos Balazeiro
Reprodução/Instagram

A escolha será feita por meio de eleição, a ser realizada no próximo dia 3. A mudança ocorre porque Alberto Bastos Balazeiro deixou o cargo de procurador-geral para se tornar ministro do Tribunal Superior do Trabalho, em vaga do quinto constitucional destinada ao Ministério Público do Trabalho.

Durante a sessão de transmissão do cargo, Alberto Bastos Balazeiro se despediu da carreira e do MPT. "É com grande emoção que me despeço hoje do cargo de procurador-geral do Trabalho e me despeço da nossa carreira, com a convicção de que o Ministério Público do Trabalho jamais sairá de mim", declarou Balazeiro, que foi nomeado ministro do TST pelo presidente da República após ter seu nome aprovado pelo Senado Federal.

O procurador-geral do Trabalho em exercício, José de Lima, mostrou-se honrado com a oportunidade de cumprir o restante do mandato de Balazeiro.

"Recebo, com muita satisfação e honra, o cargo de procurador-geral do Trabalho para cumprir o mandato de Sua Excelência", declarou. "Tenha certeza de que este procurador aqui que vos fala, e que está recebendo agora o cargo de procurador-geral do Trabalho, vai cumprir tudo que o senhor planejou para a programação do biênio que se encerra".

A eleição para o cargo de PGT será realizada por sistema eletrônico, mediante voto plurinominal, facultativo e secreto. Concorrem no pleito o próprio procurador-geral em exercício, José de Lima Ramos Pereira, o procurador do Trabalho Márcio Amazonas Cabral de Andrade e a procuradora regional do Trabalho Margaret Matos de Carvalho. A nomeação será realizada pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, que escolherá um dos três nomes da lista.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 21 de julho de 2021, 19h56

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/07/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.