Consultor Jurídico

Crime de Responsabilidade

Bolsonaro feriu a Constituição e pode sofrer impeachment, diz Ayres Britto

Retornar ao texto

Comentários de leitores

31 comentários

STF

Judson Moura (Administrador)

Infeliz desse STF que rasgou nossa constituição com decisões monocráticas e contra o desejo do povo, agora vem falar de impeachment de um presidente que talvez não seja o melhor, mas está lá porque foi a vontade da maioria.

A verdade

Alex neo (Oficial do Exército)

Primeiro.
Não vi este homem ferir a constituição. Argumento de viés esquerdista, incita a imprensa como órgão, o qe não é e não representa o povo.
Segundo. O EXECUTIVO é o único órgão nesse governo que respeitou a constituição até está data.
Terceiro. Se houve uma desobediência a constituição, este partiu do STF, pois ela fora rasgada diante do povo mtas vezes para beneficiar bandidos, corruptos e fins pessoais antidemocrático.
Último.
O POVO sabe é assiste o que está acontecendo, mas não pela imprensa, mas pelas redes onde não há mentira profissional ideológica e política de onde os poderes se alimentam da covardia de traidores desta nação.

Impunidade

Caminhoneiro 1620 (Administrador)

Roubo de dinheiro público principalmente por políticos eleitos pelo povo deveria ser passível da pena de prisao perpétua e julgado como réu comum sem privilégios. Será que nossa constituição não è ou foi distorcida por criminosos? A sensacao è que alguns poderes trabalham para alimentar a impunidade e a roubalheira!!!

Demagogia

Vitão (Funcionário público)

Onde esse senhor se esconde quando os Ministros do STF atropelam a Constituição, fazendo política e acusados de vender sentença?

Bolsonaro feriu a Constituição e pode sofrer impeachment.

Sérgio Brandão (Funcionário público)

Deveras todo mérito ao Prof. Ayres; porém deveremos ponderar: Constituição x Desordem Institucional.
A primeira tem duas preposições: harmonia entre os Poderes; Obrigações e Deveres de cada.
Houve eleição, maioria elegeu o atual Presidente onde, vem constantemente obstaculado pelo Legislativo e pelo Judiciário que vem respondendo ações fora de sua apreciação e prerrogativa (assenta-se o STF na observância Constitucional e de suas garantias).
Em decisões SUBJETIVAS, MONOCRÁTICAS, alterando DECISUM colegiado, obrigando reconduzir a nova apreciação e, indaga-se os interesses. Marginais condenados em 2° Instância, onde fugitivo, preso reconduzido, numa preventiva, foi solto sem OUVIR o Magistrado a quo e tampouco o MP. Um prende solta de poderosos. INDAGA-SE: "Como viver numa Plutocracia JURÍDICA onde não se tem a recorrer e tampouco uma régua a todos?
Sim, Excelência, a maioria votou em Bolsonaro e não nós 11 Plutocratas que DETERMINA: Prazo ao Presidente - rever nomeações; limitar sua atuação na Pandemia (concorrendo com Governos e Municípios); atuação na Amazônia; etc.
Ao Legislativo engavetamento de suas obrigações chamar a ordem, tirando de pauta projetos ou deixando Provisórias decairem...
Nos Governos anteriores, com tantas falcatruas (sendo generoso) não houve tais escarcéus... Pessoa e medidas dispares.
Se vivo RUY, diria: "chegamos ao ápice da vergonha? Há como contornar? A quem recorrer de ATOS JURISDICIONADOS que atentam "A Lei e a Ordem?"
A CONSTITUIÇÃO FOI FEITA PARA SER OBSERVADA, jus scritum e não SUBJETIVA.
ART. 142 impõe e restabelece a Ordem.
DURA LEX SED LEX!

Plutocracia não, cleptocracia

Rejane G. Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Só um reparo.

Bolsonaro feriu a Constituição ...

Arlete Pacheco (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Sugiro ao senhor Ayres Brito que, com a máxima urgência, organize e ministre aos senhores togados do STF que, diga-se como lembrete, jamais se submeteram ao voto popular, um curso intensivo de Direito Constitucional, a fim de que as atribuições específicas de cada Poder sejam integralmente respeitadas. Os cidadãos contribuintes merecem respeito às suas escolhas.

Fenômeno Bolsonaro

Fenômeno Bolsonaro (Outros)

Vivemos a pior ditadura que a da toga, quem dá as costas para a constituição é o stf da vergonha que prende gente honesta e solta os criminosos

Demagogo

Mcampos (Administrador)

Estes imbecil é como os outros Morcegos se acha com moral para criticar um Presidente eleito Democraticamente pelo povo ao contrário dele que foi motorista do Lula e é um Gay irrustido Esquerdista, Comunistas Escroto, devia ser preso isso Sim!!!

Mais um Semi Deus.

Anderson SM (Administrador)

Esse é mais um dos Si Deuses do STF. Fale das vezes que seus coleguinhas passaram por cima da CF para perseguir pessoas, livrar Dilma da inegibilidade no Empeachment. Soltar bandidos condenados em 2a instância...vocês sim usam a CF ao bel prazer.

Falastrão

Rba advogado (Advogado Assalariado - Tributária)

Os novos presidentes do Brasil, isto é, os ministros da ativa e os aposentados do STF, querem por que querem "arrancar" o Presidente JAIR MESSIAS BOLSONARO, eleito democraticamente e, até o presente momento, sem assaltar o erário, como o fez o ex-chefe do entrevistado. Só o fato de livrarem da cadeia o José Dirceu, que está articulando abertamente a tomada do poder pela força, ou seja, contra a CONSTITUIÇÃO, já diz o caráter dos atuais ocupantes do Supremo, não tão supremo assim.

Qual seria o melhor .

ielrednav (Outros)

Diante de certos protestos , pergunto qual seria o melhor , Bolsonaro x Doria o primeiro é apenas dizer o que pensa , e todos nós somos o que pensamos .Seria justo o segundo alegar que uma vacina com cinquenta por cento seja aprovada. Levando uma população à acreditar nisso o primeiro não deu prole para tal conversa ou seja não acreditou somente isso as rusgas ele diz em tom alto e claro nada , a ver não vejo pessoa alguma dizer quem pode ser o melhor ou pior . e imagino melhor do que esta impossível deu respaldo a todos com uma ajuda coloca as forças armadas para levar remédios para o lugar de mais importância enquanto o segundo que diz ou pensa ao contrario também desviou verbas muito significativas dos hospitais de São Paulo seria ele o bonzinho ,querendo ser o melhor nunca participou de nada e quer fazer do povo palhaço obrigando a nação acreditar numa vacina com cinquenta por cento o presidente esta correto no seu modo de pensar e agir . Enquanto a constituição foi rasgada há muito tempo por presidentes anteriores . O STF é uma verdadeira arapuca ali um manda em todos com ideias esdruxulas .

Motorista do lula e advogado de sindicato

Péricles (Bacharel)

Segundo vídeo que corre nas redes sociais, Lula disse expressamente: Ayres Brito foi motorista meu quando ele era advogado do Sindicato dos Trabalhadores das Empresas Estatais de Sergipe, indicado por Bandeira de Melo e Fábio Comparato, indicado então a ser o primeiro ministro da Suprema Corte da Esquerda. Foi alertado depois pelo finado Zé Eduardo e finado Marcelo Déda, dizendo que ele era uma pessoa muito vaidosa e que se escrever um livro o título será "Eu me amo"... Portanto o próprio Lula já deu as credenciais desse golpista! Vida que segue!

Na lata!

Lcsattamini (Engenheiro)

Muito bem lembrado. Ótimo comentário.

Costas à CF

Fernando Pascoal Ribeiro (Advogado Assalariado - Civil)

Se o presidente eleito pela maioria deve sofrer impeachment por das as costas à CF, o que fazer com os 11 deuses do STF?

Ministros ou Sinistros?

Adam Ribeiro (Jornalista)

Exatamente!!! Não temos ministros no Brasil. Temos Deuses. E pior, sem ao menos participarem de um certame! Não estão por mérito, mas sim por indicação.

Verdade verdadeira

Marcos Vinicius Pereira Vasconcelos (Servidor da Secretaria de Segurança Pública)

Disse tudo, pois, até o prezado momento quem virou as costas para a CRFB/88 foram os 11 ministros do STF e isso faz décadas.
Essa narrativa na imprensa comunista e de todos os juristas comunas já está manjada e não cola mais, pois, a cada dia eles estão se afundando mais.

Descontentamentos

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

O artigo é mais sociológico que jurídico.
Em 26 de junho de 2020 o Presidente Bolsonaro foi reprovado por quarenta e quatro por cento dos brasileiros. Atualmente, por setenta por cento dos cidadãos.
Mas, por que não é interessante o "impeachment" do Presidente?
Temos crises sanitária, econômica e política.
Retirar o presidente Bolsonaro é aprofundar essas crises, porque não vejo um "gênio", tanto na Academia, na Política, na Economia, no Mercado, com vontade para atenuar ou eliminar os problemas que afligem o Brasil.
Em verdade, todos estão "irritados" com ele. Mas, eu entendo que, se a sociedade o pressionar, ele não hesitará em lançar os tanques nas ruas e reprimir os descontentes.

Avaliação errada

Fenômeno Bolsonaro (Outros)

É contrário o presidente é o único que sai as ruas e é aplaudido pelo povo ao contrário dos outros que tem medo de sair as ruas

Sonhador

Adam Ribeiro (Jornalista)

Não sei em qual mundo o senhor vive, caro missivista.
Tanques? Pare de assitir desenho animado e TV Globo. O presidente é um homem sério. Muito mais sério do que os "togados" do STF, os quais, com raras exceções, estão imbuídos de parco conhecimento jurídico, pois querem mandar em tudo e em todos. A sociedade alienada e cheia de "mimimis" está cometendo um grande erro, e amanhã serão vítimas dos que atualmente ocupam o STF. Ministros do Supremo só merecerão respeito integral da sociedade quando começarem a participar de CERTAMES, para ingressarem na carreira de ministros. São privilegiados e indicados por quem, muitas vezes, não tem competência para tal. E, ainda assim, com ressalvas. Veja Michel Temmer, um homem com profundo conhecimento jurídico, mas acabou indicando Alexandre de Moraes para ministro do STF. É sério isso? O Brasil é um país sério? Sério é respeitar o pagador de impostos, os quais sustentam essa gente, ávidas pelo poder e pelo "status".

Comentar

Comentários encerrados em 26/01/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.