Consultor Jurídico

Sem crise

Câmara deve confirmar prisão de deputado Daniel Silveira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, disse ao presidente da República, Jair Bolsonaro, que os deputados estão inclinados a confirmar a prisão de Daniel Silveira (PSL-RJ), segundo informa a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo nesta quinta-feira (18/2).

A análise dos parlamentares é a de que não vale a pena confrontar os 11 ministros do Supremo Tribunal Federal, que ratificaram na véspera a decisão monocrática do ministro Alexandre de Moraes, especialmente para defender um parlamentar que fez ataques à corte com os quais eles não concordam.

Silveira foi preso em flagrante, por ordem de Alexandre de Moraes no inquérito das fake news, após divulgar um vídeo com ataques e ameaças diretas aos ministros e defesa da ditadura militar. Depois da prisão, o Ministério Público Federal o denunciou no âmbito do inquérito que apura a promoção de atos antidemocráticos.

Nas redes sociais, Lira adotou tom conciliatório, ao dizer pelo Twitter que não há crise entre as instituições.

"Todos, na vida pública, somos transitórios. E nosso maior dever, nossa maior missão, é ter a consciência de que nós não somos as instituições. As instituições são permanentes. As instituições ficarão. Nesse sentido, não haverá nunca crise entre as instituições, sobretudo quando há a exata compreensão de que elas são maiores do que qualquer indivíduo", afirmou.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 18 de fevereiro de 2021, 11h08

Comentários de leitores

6 comentários

Câmara deve confirmar ...

Arlete Pacheco (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Se a Câmara confirmar a prisão, o melhor que cada parlamentar deve fazer é passar a mão no respectivo boné e guarda-chuva, ir para sua casa e lá permanecer de pijama, jogando paciência, sem direito ao gato no colo, que certamente estará envergonhado do dono. Assim, espera-se dignidade e respeito ao voto popular, rejeitando essa prisão e enviando o caso ao Conselho de Ética, para as penalidades que entenderem cabíveis. Simples assim.

Manda pro presídio!

Advogado militante (Advogado Assalariado - Civil)

Esse deputado que aproveita as vantagens da democracia para fazer apologia da ditadura militar, tem que ir pra Bangu 1, lá ele pode refletir e rever o posicionamento contrário ao regime das liberdades individuais, do devido processo legal, do contraditório, da liberdade de pensamento, etc.
Cassação já!

Se for assim...

Flávio Marques (Advogado Autônomo)

...de antemão, fica os meus PARABÉNS à Câmara por não coadunar (raro momento de ausência de fisiologismo) com a desfaçatez do deputado arruaceiro! O Congresso é a Casa da Democracia (em tese, ao menos); se o deputado criminoso não concorda, que, gentilmente, seja convidado a se retirar do Congresso com a cassação de seu mandato parlamentar - e não "mandato filha da puta", uma das várias expressões utilizadas para ofender o Alexandre, que muitos dos ignorantes jurídicos acham normal e resguardada pela liberdade de expressão! "Carlos Maximiliano, perdoai-os; eles não sabem hermenêutica"!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 26/02/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.