Consultor Jurídico

Sem crise

Câmara deve confirmar prisão de deputado Daniel Silveira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, disse ao presidente da República, Jair Bolsonaro, que os deputados estão inclinados a confirmar a prisão de Daniel Silveira (PSL-RJ), segundo informa a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo nesta quinta-feira (18/2).

A análise dos parlamentares é a de que não vale a pena confrontar os 11 ministros do Supremo Tribunal Federal, que ratificaram na véspera a decisão monocrática do ministro Alexandre de Moraes, especialmente para defender um parlamentar que fez ataques à corte com os quais eles não concordam.

Silveira foi preso em flagrante, por ordem de Alexandre de Moraes no inquérito das fake news, após divulgar um vídeo com ataques e ameaças diretas aos ministros e defesa da ditadura militar. Depois da prisão, o Ministério Público Federal o denunciou no âmbito do inquérito que apura a promoção de atos antidemocráticos.

Nas redes sociais, Lira adotou tom conciliatório, ao dizer pelo Twitter que não há crise entre as instituições.

"Todos, na vida pública, somos transitórios. E nosso maior dever, nossa maior missão, é ter a consciência de que nós não somos as instituições. As instituições são permanentes. As instituições ficarão. Nesse sentido, não haverá nunca crise entre as instituições, sobretudo quando há a exata compreensão de que elas são maiores do que qualquer indivíduo", afirmou.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 18 de fevereiro de 2021, 11h08

Comentários de leitores

6 comentários

Câmara deve confirmar ...

Arlete Pacheco (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Se a Câmara confirmar a prisão, o melhor que cada parlamentar deve fazer é passar a mão no respectivo boné e guarda-chuva, ir para sua casa e lá permanecer de pijama, jogando paciência, sem direito ao gato no colo, que certamente estará envergonhado do dono. Assim, espera-se dignidade e respeito ao voto popular, rejeitando essa prisão e enviando o caso ao Conselho de Ética, para as penalidades que entenderem cabíveis. Simples assim.

Manda pro presídio!

Advogado militante (Advogado Assalariado - Civil)

Esse deputado que aproveita as vantagens da democracia para fazer apologia da ditadura militar, tem que ir pra Bangu 1, lá ele pode refletir e rever o posicionamento contrário ao regime das liberdades individuais, do devido processo legal, do contraditório, da liberdade de pensamento, etc.
Cassação já!

Se for assim...

Flávio Marques (Advogado Sócio de Escritório - Eleitoral)

...de antemão, fica os meus PARABÉNS à Câmara por não coadunar (raro momento de ausência de fisiologismo) com a desfaçatez do deputado arruaceiro! O Congresso é a Casa da Democracia (em tese, ao menos); se o deputado criminoso não concorda, que, gentilmente, seja convidado a se retirar do Congresso com a cassação de seu mandato parlamentar - e não "mandato filha da puta", uma das várias expressões utilizadas para ofender o Alexandre, que muitos dos ignorantes jurídicos acham normal e resguardada pela liberdade de expressão! "Carlos Maximiliano, perdoai-os; eles não sabem hermenêutica"!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 26/02/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.