Consultor Jurídico

Democracia ameaçada

Partido diz que vai expulsar deputado Daniel Silveira, preso após atacar STF

O Partido Social Liberal (PSL) informou nesta quarta-feira (17/2) que está tomando "todas as medidas jurídicas cabíveis" para expulsar o deputado Daniel Silveira de seus quadros.

Silveira foi preso após a divulgação de um vídeo defendendo a ditadura, ameaçando ministros do Supremo Tribunal Federal e incitando a animosidade das Forças Armadas contra o Poder Judiciário. A ordem partiu do ministro Alexandre de Moraes, no âmbito do inquérito das fake news.

Leia a íntegra da nota do PSL:

"Nota de repúdio  aos ataques de Daniel Silveira ao STF

A Executiva Nacional do PSL repudia com veemência os ataques proferidos pelo deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), ofendendo, de maneira vil, a honra dos mesmos, bem como proferindo críticas contundentes à instituição como um todo.

Os ataques, especialmente da maneira como foram feitos, são inaceitáveis. Esta atitude não pode e jamais será confundida com liberdade de expressão, uma conquista tão duramente obtida pelos brasileiros e que deve estar no cerne de todo o debate nacional.

O Supremo é o guardião da Constituição Federal e, como tal, um dos pilares do Estado Democrático de Direito. O PSL jamais abrirá mão de defender este alicerce institucional que integra, ao lado do Legislativo e do Executivo, a tríade de Poderes que assegura a existência da República.

A Executiva Nacional do partido está tomando todas as medidas jurídicas cabíveis para a afastamento em definitivo do deputado dos quadros partidários. 

Deputado Luciano Bivar, presidente nacional do PSL".




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 17 de fevereiro de 2021, 11h34

Comentários de leitores

3 comentários

Dois pesos e duas medidas

AC-RJ (Advogado Autônomo)

Políticos de esquerda fizeram graves ataques ao STF, mas estranhamente sem repercussão alguma. Haja tanta indignação seletiva.

https://jovempan.com.br/programas/jornal-da-manha/esquerda-tambem-defendeu-fechamento-do-stf-mas-ameacas-ficaram-sem-resposta.html

Exemplar e republicana

Joao Sergio Leal Pereira (Procurador da República de 2ª. Instância)

A nota do Partido PSL, dando conta do movimento em direção à expulsão de um de seus integrantes, é correta, exemplar e republicana. Afinal, num país que se diz verdadeiramente democrático, o apreço pelos poderes da República é algo deve ser cultivado e defendido, coisa que parece desconhecer o indigitado parlamentar. Para tanto, o ato de expulsão é o mínimo que a sociedade exige em face dos atos truculentos e atentatórios praticados pelo deputado contra a democracia brasileira. Estaria o Partido "dando um tiro no próprio pé" se assim não agisse. Parabéns pela rápida iniciativa.

Pode muito, mas não tudo.

HERMAN (Outros)

Basta ser de interesse, escudos ou não, do presidente da república, para ser ministro do STF. Instituição avacalhada, pelos últimos governos, nomeações casuísticas sem comprometimento com a sociedade, direito, e CF. Chega! Sem o rompimento com o establishment não teremos evolução social ampla. Quem conhece as entranhas do judiciário, sabe bem como a justiça “desacontece”. Pq não prenderam os que estimulam invasão de terras, quebradeira nas cidades e tantos outros.

Comentários encerrados em 25/02/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.