Consultor Jurídico

"Agiu como Justiceiro"

Acórdão critica omissão de juiz diante de grosseria de promotor em plenário

Retornar ao texto

Comentários de leitores

7 comentários

Limites do mp

Jcandal (Advogado Autônomo - Civil)

Mais uma vez, o que já está se tornando rotina! Excessos do MP, que se vê como o "todo poderoso' acusador e juiz, dono da verdade que tudo pode! Há de se por um freio nesses sujeitos!

Condescendência criminosa

AP Advogado (Advogado Autônomo - Criminal)

Lamentável a postura do juiz, mas não me causa surpresa. Juízes no geral têm medo de promotores e quem atua na área criminal sabe do que estou falando.

Por outro lado cadê o advogado que não interveio? Sua postura também é lamentável.

Com relação ao justiceiro travestido de promotor...esse é daqueles para quem justiça equivale sempre à condenação. Triste de um país que tem fiscais da lei desse tipo.

Enfim, um show de horrores contra quem estava ali porque convocada a atuar como auxiliar da justiça.

Brasiiiillllll...

Promotor de Justiça ou de Acusação?

Dennis Lemos (Advogado Assalariado - Criminal)

Sinceramente, ao longo de minha militância advocatícia pouquíssimas vezes me deparei com promotores preocupados em fazer justiça, pois a maioria persegue as estatísticas de condenações, e, na área de família “atrapalha” mais que ajuda, tendo prazer em criar obstáculos quando deveria trazer soluções. Ministério Público como defensor da sociedade, em sua grande maioria, não passa de utopia; enfatizo que toda regra há exceção.

Fica difícil

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

Se o Promotor de Justiça precisa agir com mais energia contra o "rebelde primitivo" e é cerceado, como combater o crime?

Que maravilha...

Bruno Castellar (Advogado Autônomo - Administrativa)

A testemunha é o "rebelde primitivo" que Vossa Senhoria afirma?
Que maravilha......

não fica não.

Edson Ronque III (Advogado Autônomo)

"a senhora não vale nada"
"a sua convicção é uma merda"
"é da mesma laia do réu, por isso está defendendo bandido"

Se um promotor precisa disso pra "combater o crime", a gente fica melhor sem ele.
Aliás, como falar assim, ainda mais com uma testemunha (sendo já seria inaceitável com o réu), ajuda a "combater o crime"?

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

Carlos Alvares (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

Quem fala o que não deve (coisas estapafúrdias. O senhor não deve ser formado em Direito), ouve o que não quer...

Comentar

Comentários encerrados em 8/09/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.