Consultor Jurídico

Estúdio ConJur

Uninove investe R$ 18 milhões em hospital para pacientes com Covid-19 em São Paulo

A Universidade Nove de Julho (Uninove), por meio de um termo de colaboração com a Prefeitura de São Paulo, investiu R$ 18,099 milhões no Hospital Professora Lydia Storópoli, que funcionará como uma unidade de transição para pacientes em recuperação da Covid-19. A instituição de ensino não receberá qualquer repasse financeiro.

O hospital municipal teve a sua inauguração realizada nesta quinta (15/4)
Edson Lopes Jr./Secom

Entregue nesta quinta-feira (15/4), o Lydia Storópoli, que terá capacidade total para 212 leitos, é o décimo hospital inaugurado pela prefeitura paulistana desde o início da pandemia da Covid-19. A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo investiu R$ 3,5 milhões em equipamentos e tecnologia e o custeio da unidade será de R$ 8 milhões por mês.

Localizado no bairro da Liberdade, na região central de São Paulo, o hospital tem mais de 10 mil metros quadrados e contará com 190 leitos de enfermaria, 20 de UTI e dois de estabilização, além de equipamentos para realização de exames.

Na primeira fase, foram entregues 80 leitos de enfermaria, dez de UTI e dois de estabilização. Na próxima semana, serão entregues mais 110 leitos de enfermaria e dez de UTI. O atendimento na unidade será feito por 636 profissionais.

O hospital foi planejado para receber pacientes em recuperação da Covid-19 que atualmente estão internados em outras unidades municipais. A gestão do Lydia Storópoli será feita pela OSS (organização social de saúde) Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 16 de abril de 2021, 12h26

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/04/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.