Consultor Jurídico

Inteligência Auxiliadora

PGR intimou advogadas de Flávio Bolsonaro em caso sobre relatórios da Abin

Retornar ao texto

Comentários de leitores

1 comentário

Defeitos e mais defeitos

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

O sociólogo Sérgio Buarque de Hollanda, pai do cantor Chico Buarque de Holanda, no capítulo V de sua obra "Raízes do Brasil", definiu o Homem Cordial, como aquele "ser" dominado pelo coração e pelas emoções, um indivíduo que possui extrema dificuldade de se livrar dos laços familiares a partir do momento que se torna um cidadão, predominando os seu interesses particulares sobre a esfera pública.
Assim, faz o "oriundi", o Presidente Jair Messias Bolsonaro. Ele não hesita em impor a sua vontade sobre o Poder Judiciário e Executivo nas investigações sobre o seu filho, aquele chamado de Flávio Bolsonaro, que denomino de zero-zero.
Quem manda no Brasil são os brancos. Então, quem administra o Estado Brasileiro é que faz "a mistura entre o público e privado". Os pretos e pardos, que estão na base da pirâmide social, apenas sofrem as consequências dos brancos, predominantemente originários da Europa.
Não se pode negar que os descendentes de europeus adotaram os comportamentos típicos do brasileiro, como o Messias. As virtudes dos europeus se perderam na primeira geração de descendentes. Existem exceções.
Os melhores imigrantes que o Brasil recebeu foram os...japoneses. Laboriosos, inteligentes e organizados, contribuíram e contribuem muito com a nossa sociedade.
Enfim, o tratamento dispensado pelo Estado ao Senhor Flávio, decorre da "vontade de seu pai". Mas se este perder as próximas eleições, Flávio terá que se preparar para ficar no mesmo lugar em que ficou o mito da classe trabalhadora, Luís Inácio Lula da Silva.

Comentar

Comentários encerrados em 15/04/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.