Consultor Jurídico

Pátria Amada

União é condenada a indenizar militar que sofreu tortura em curso para cabo

Retornar ao texto

Comentários de leitores

4 comentários

Sadismo na espécie humana

Sérgio Henrique da S Pereira (Jornalista)

Bom. A guerra é estupidez, muito por ideologias, como ocorreu na Guerra Fria. Os nazistas não sentiam compaixão. Seguiram ordens.

A ideia atual no Brasil é antidireitos humanos. Macho tem que aguentar. Contudo, na guerra real, homens virão crianças, o medo. Para aplacar o medo, da morte, a certeza de que se deve matar primeiro. Não nos esqueçamos, pela História humana, a escravidão era natural, ou designo de Deus. O "criminoso nato", a ciência em prol da humanidade.

Tortura, a necessidade para salvar vidas. Ora, romanos torturavam cristãos para deleite e obtenção de informações a serviço da boa cultura Romana.
Ou seja, além do sadismo no ser humano, em alguns menos, outros mais, e permitido, de firma subliminar, pelo mecanismo de defesa do ego, o sádico pode agir sem ser visto como cruel, como ocorria na Idade Média com a profissão de carrasco.
Um passo para os Diretos Humanos, dois para o barbarismo. Tempos estranhos.

Violência institucional

Rubens R. A. Lordello (Advogado Autônomo - Civil)

Isso é recorrente em instituições militares, policiais e assemelhadas. Com a desculpa de treinar seus membros, elas oferecem abrigo para sádicos e outros doentes mentais que acabam sendo protegidos pelo espírito de corpo.
Honestidade, dignidade, bom senso são atributos pessoais e não institucionais. Precisamos aceitar isso.

Brincadeira

José Ribas (Advogado da União)

Se houve comprovação dos santos descritos, deve ser brincadeira esse valor da condenação. Espero q a AGU entre com açao regressiva.

Muito bem!

J. Henrique (Funcionário público)

Mas os maus militares serão punidos!? Ressarcirão os cofres públicos!?

Comentar

Comentários encerrados em 7/10/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.