Consultor Jurídico

Armação ilimitada

Sem delimitação, Bretas promoveu arrastão cautelar contra advogados

Retornar ao texto

Comentários de leitores

6 comentários

Comentário

Afonso de Souza (Outros)

Segua a campanha da revista contra a Lava Jato. Por que será, hein?
(O argumento que tem como elemento "criminalizar a advocacia" é ridículo. Advogados não estão acima da lei)

A Terra em Que os Advogados Privados São Respeitados

Immanuel Kant (Advogado Sócio de Escritório)

Jerimum Terrae, terra onde os advogados privados sofrem arrastões diariamente. Que triste realidade.

Girando a metralhadora

olhovivo (Outros)

Logo, logo, sai o tiro no pé. É questão de tempo.

O advogado

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

O advogado, com todo o respeito a esse profissional, que enfrenta rotina diária estafante, por sua própria culpa (O CPC foi feito por e para advogados, com a assessoria de Ministro do STF, Luiz Fux, sensível aos reclamos desses profissionais), não está acima das leis.

Quo usque tandem?

Joro (Advogado Autônomo)

E até quando enfim serão tolerados esses abusos? O Judiciário, enquanto instituição e Poder, referenda? Caso assim seja, a palavra está com a cidadania!

Criminalização da advocacia

Franzé Bezerra de Menezes (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Os excessos reiterados cometidos pelo juiz Marcelo Bretas se sucedem no tempo, inclusive levando-o ao Conselho da Magistratura. O que fica claro é o intuito partidário das medidas abusivas, a par de fazer de tudo para agradar o Poder Central, certamente com olho na cobiçada cadeira no STF. Que o Senado esteja de olho aberto.

Comentar

Comentários encerrados em 1/10/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.