Consultor Jurídico

Renovação institucional

CCJ do Senado sabatina indicados para CNJ e STM nesta terça

As autoridades indicadas para os cargos de corregedor-geral do Conselho Nacional de Justiça e ministros do Superior Tribunal Militar serão sabatinadas nesta terça-feira (22/9) pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado.

Sabatina na CCJ do Senado será transmitida na internet.
André Corrêa/Flickr

Pela manhã, às 9h, serão sabatinados os almirantes de esquadra Leonardo Puntel e Celso Luiz Nazareth, e o tenente-brigadeiro do ar Carlos Augusto Amaral Oliveira.

À tarde, às 14h, será ouvida a ministra Maria Thereza de Assis Moura, do STJ, indicada para ser corregedora-geral do CNJ nos próximos dois anos.

A indicação é relatada pela senadora Simone Tebet (MDB-MS), presidente da CCJ. O evento será transmitido na internet. Além dos senadores, os cidadãos podem participar da sabatina enviando perguntas e comentários pelo Portal e-Cidadania.

Veja abaixo o perfil dos arguidos:

A ministra Maria Thereza está no STJ desde 2006 e exerce o cargo de vice-presidente da Corte desde 2018. Foi ainda diretora-geral da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados Ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira (Enfam). Atualmente é corregedora-geral da Justiça Federal. Professora doutora da USP, a ministra tem vários livros publicados.

Com 47 anos de carreira, Leonardo Puntel ocupou diversos cargos e comissões na Força Naval, entre eles o de Oficial de Ligação da Marinha do Brasil e a Marinha dos Estados Unidos e fez parte do Grupo de Recebimento do Contratorpedeiro Pará e do Comando em Chefe da Esquadra do Atlântico em Norfolk-EUA. Também foi chefe de gabinete do diretor-geral do Pessoal da Marinha, ao longo de um ano e meio.

O almirante Celso Luiz Nazareth, além de agraciado com diversas condecorações na sua carreira na Marinha do Brasil, exerceu funções nos campos operacional e administrativo. Foi comandante de submarino, assessor da Marinha junto à Câmara dos Deputados, adido naval nos Estados Unidos e no Canadá, comandante da Força de Submarinos, chefe de gabinete do comandante da Marinha, diretor-geral do Pessoal da Marinha e chegou à posição de chefe do Estado-Maior da Armada.

Carlos Augusto Amaral Oliveira atualmente exerce o cargo de chefe do Estado-Maior da Aeronáutica e foi indicado para ocupar a vaga decorrente da aposentadoria do ministro William de Oliveira Barros, a partir de 2 de outubro de 2020. Entre os cargos de destaque, já ocupou o de vice-diretor do “Gruppo Di Lavoro” do Programa AM-X na Itália; chefe da 4ª Seção da 3ª Subchefia da Emaer – Projetos Operacionais; comandante do Corpo de Cadetes da Aeronáutica; comandante da Academia da Força Aérea (AFA); diretor-geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA); e secretário-geral do Ministério da Defesa.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 20 de setembro de 2020, 10h22

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/09/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.