Consultor Jurídico

Superexposição e autopromoção

TRF-2 condena Bretas à pena de censura por participar de atos ao lado de Bolsonaro

Retornar ao texto

Comentários de leitores

7 comentários

TRF 2 condena Bretas ...

Arlete Pacheco (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Como perguntar não ofende, o que se pode pensar quando um Ministro do STF, especificamente, Gilmar Mendes, aceita ser padrinho de casamento da filha de empresário de importante setor no Rio de Janeiro, participar da respectiva festa, bem como ser fotografado ao lado deles? É de lembrar que o tal empresário estaria envolvido em suposta corrupção, chegando até a ser preso, obtendo liberdade mediante decisão liminar do supracitado Ministro!

Lembrando que

Afonso de Souza (Outros)

Fachin fazia campanha para a Dilma:

https://www.youtube.com/watch?v=KgCOfO75SD8

Meus cumprimentos ao TRF2!

Neli (Procurador do Município)

Juiz de Direito não deve se manifestar  sobre política!Os  Membros do Ministério Público e  Magistratura têm inúmeros bônus, dentre eles o  princípio da vitaliciedade. E o ônus é Jamais se manifestar sobre  política.Aliás, todos os Funcionários Públicos concursados!Política é transitória e eles são permanentes na Administração Pública. Na iniciativa privada em  qualquer deslize o empregado é demitido;o funcionário público responderá a inquérito administrativo e poderá sofrer sanção administrativa  e o integrante da Carreira de Estado? Sofrerá sanção mínima.E o integrante deve  respeitar a carreira (MP E Magistratura)de Estado, jamais se manifestar sobre política ou participar de ato político. O político passa, o integrante da carreira permanece na Administração Pública.Parabéns ao Juiz Bretas pelo hercúleo trabalho efetuado na Lava Jato.E parabéns ao TRF 2 pela decisão.       
       

Ingenuidade

Rogemon (Advogado Assalariado - Financeiro)

O Senhor Marcelo Bretas foi ingênuo ao participar de atos ao lado do presidente e de outras pessoas insgnificantes. Ele ainda não entendeu que esse tipo de promiscuidade politica é prerrogativa exclusiva de alguns Ministros do STF.

Hipocrisia

Jean Smiderle (Bacharel - Civil)

Apesar de estranho um juiz participar de ato "politiqueiro", vale lembrar que temos juízes que foram em manifestações contra o impeachment de Dilma e fizeram até ato contra a prisão do Lula. Mesmo pau que bate em Chico vai bater em Francisco?

Mirando o stf

olhovivo (Outros)

Ora, o rapaz só estava fazendo uma média pra ver se sobraria uma vaga no STF pra ele. Afinal, dizem que Fux chegou até a beijar os pés da mulher de Sérgio Cabral pra chegar lá (v. https://reinaldoazevedo.blogosfera.uol.com.br/2017/10/02/o-dia-em-que-fux-beijou-os-pes-da-mulher-de-cabral-barroso-abriu-champanhe-apos-punir-aecio/)

Pena de censura

Professor Edson (Professor)

Eu acho que magistrado não deve participar de ato político, concordo com a punição, agora o que fazer por exemplo quando um ministro do STF ( Gilmar Mendes) se encontra fora da agenda com o presidente da república (Temer), e logo depois partipa de um julgamento importantíssimo envolvendo o presidente, o que fazer nesses casos?

Comentar

Comentários encerrados em 25/09/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.