Consultor Jurídico

De carteirinha

Sergio Moro obtém inscrição na OAB do Paraná e já pode ser chamado de advogado

O ex-juiz e ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública Sergio Moro conseguiu sua inscrição na OAB do Paraná e, com isso, já pode ser chamado de advogado. Moro está inscrito na seccional paranaense da Ordem com o número 105.239.

Sergio Moro só poderá começar a trabalhar como advogado no fim de outubro
Marcelo Camargo/Agência Brasil

A adesão do ex-ministro à advocacia gera controvérsia entre os advogados, pois Moro é acusado de ter desrespeitado sistematicamente as prerrogativas dos profissionais do Direito quando atuou como juiz em julgamentos da "lava jato".

Moro já tem escritório em Curitiba, no bairro Bacacheri, mas ainda não pode trabalhar como advogado. Isso só ocorrerá no fim de outubro, quando terminará a quarentena que ele é obrigado a cumprir após ter deixado o governo federal.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 17 de setembro de 2020, 12h09

Comentários de leitores

8 comentários

Prova da OAB ns Pandemia?

Tainá Maria Viana Sobreira Bezerrs (Funcionário público)

Teve provas da OAB em plena pandemia? E o Moro conseguiu passar? Poderia me explicar como as provas ocorreram?

Inscrição oab moro

Andresa Damásio (Advogado Autônomo - Consumidor)

Prezados, antes dele ser Juiz, ele passou na prova da OAB, e se tornou advogada, não é necessário fazer outro exame de ordem.

Já passou

CarlosCaetano (Outros)

Ele já passou na OAB há muito tempo atrás.

OAB NÂO É PARTIDO, NEM SINDICATO (pelo menos, não deveria)

João Peixoto (Advogado Sócio de Escritório - Trabalhista)

Por qual razão (fundamento LEGAL) a OAB haveria de negar o registro?????

Provimento da OAB 144/2011, §1º do artigo 6º, AUTORIZADO pelo §1º do artigo 8º da Lei 8.906/94

Alô oit ajude-nos abolir o trab. Análogo a de escravos

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Por Vasco, Vasconcelos, escritor, jurista e abolicionista contemporâneo .
Recomendo a leitura dessa Aula Magna disponível: https://www.gentedeopiniao.com.br/opiniao/os-193-anos-dos-cursos-juridicos-x-26-anos-de-exploracao-dos-cativos-dos-oabr/>Alô Senhores membros da Organização Internacional do Trabalho – OIT, Organização dos Estados Americanos – OEA, Tribunal Penal Internacional – TPI e Organização das Nações Unidas – ONU, Ministério Público Federal – MPF, e os omissos e subservientes Deputados Federais e Senadores da República, até quando os Senhores vão aceitar: Lesões à ordem jurídica e a direitos constitucionalmente garantidos relacionados a FRUSTRAÇÃO AO EXERCÍCIO REGULAR DE DIREITOS DOS TRABALHADORES?
O trabalho análogo a de escravos, a escravidão moderna da OAB? E também a fraude da Lei nº8.906/94 (Estatuto da OAB), a qual não foi votada nas comissões de praxe do Congresso Nacional, não foi debatida com a sociedade, fatos estes denunciados pela Associação Nacional dos Bacharéis em direito – ANB, junto ao MPF, Congresso Nacional e até junto ao Egrégio Supremo Tribunal Federa. O projeto de Lei 2.938/1992 que deu origem ao Estatuto da Advocacia Lei n° 8.906/1994 foi aprovada mediante fraude. Não foi votada pelo Plenário da Câmara Federal e nem pelo Senado Federal como exige o Regimento Interno e a Constituição Federa. A Lei 8.906/1994 tem grave vicio formal e material insanável. Trata-se de uma fraude. A ANB Associação Nacional dos Bacharéis em Direito, Ajuizou a ADI 6278/2019 no STF questionando a referida Lei. (..) Os 400 mil cativos da OAB, exigem o respeito ao direito ao primado do trabalho e a dignidade da pessoa humana. DIPLOMA DE ADVOGADO, JÁ. Chega de exploração. .

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 25/09/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.