Consultor Jurídico

"História dos Aspirantes"

Jornalista fecha acordo de R$ 396 mil com ex-atleta da base do Corinthians

O jornalista André Rizek fechou um acordo de R$ 396 mil com o ex-jogador da base do Corinthians Sergio Jesus. A soma foi paga para encerrar um processo movido pelo atleta em 2001. A informação é do UOL

Rizek fechou acordo com ex-atleta do Corinthians

Rizek foi acionado depois de publicar na Revista Placar a reportagem A história dos aspirantes, que narra suposta comercialização de drogas nas categorias de base de clubes nacionais. Na ocasião, Jesus foi um dos citados. Em 2003, o repórter e o Grupo Abril foram condenados a pagar R$ 50 mil solidariamente. 

O Grupo Abril, no entanto, entrou em recuperação judicial, ficando de fora da obrigação de pagar a dívida. O valor, que pulou de R$ 50 mil para R$ 396 (por causa do juros e correções) foi quitado integralmente pelo jornalista. 

O repórter e a Abril já tinham sido condenados em outro processo referente ao mesmo texto. Na ocasião, o jornalista, também sem a contribuição da empresa, teve que desembolsar R$ 620 mil. Posteriormente, a Abril teria transferido R$ 310 mil a Rizek. 

Na reportagem, declarações foram atribuídas a Jesus, jogador que na época era menor de idade. Ao acionar a Justiça, o atleta disse que não havia feito as afirmações veiculadas e que desconhecia qualquer esquema de comercialização de drogas no Corinthians. 

O jornalista, segundo o UOL, se posicionou contra a exposição de nomes e imagens de jogadores da base na reportagem. Ainda assim os nomes foram mantidos.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 16 de setembro de 2020, 13h58

Comentários de leitores

1 comentário

Princípios constitucionais

Célio Parisi (Advogado Assalariado - Criminal)

Advogado Célio Parisi.
Me declaro totalmente contrário ao uso e, mais ainda, ao tráfico de drogas ilícitas, mas como operador do direito sou a favor à preservação da imagem e da dignidade das pessoas.
O dever de informação e o direito de ser informado não suplantam tais princípios e, em razão disso, deve ter havido a condenação.
Quem escreve e fala o que quer, muitas vezes respondem pelo o que não quer !
Quando há provas as liberdades de imprensa e de expressão imperam, mas não havendo ...

Comentários encerrados em 24/09/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.