Consultor Jurídico

Mercado Jurídico

Por Sérgio Rodas

Meio ambiente

Feijó Lopes Advogados endossa recomendações contra mudanças climáticas

O Feijó Lopes Advogados é o primeiro escritório de advocacia na América Latina a endossar as recomendações da força-tarefa para Divulgações Financeiras Relacionadas às Mudanças Climáticas (TCFD).

Ele se junta à lista formada por 20 grandes organizações brasileiras que já aderiram às recomendações da TCFD, como Bradesco, Itaú, BTG Pactual, Petrobras, Natura e Vale, e outras 1.200 globalmente, que somam mais de US$ 34 trilhões em valor de ativos.

TCFD é uma força tarefa internacional, liderada pelo Michael Bloomberg, que apresentou recomendações para incentivar empresas, que captam recursos no mercado financeiro e de capitais, a divulgarem informações financeiras que mensurem também os riscos e oportunidades das mudanças climáticas nos seus negócios. Ganhou holofote global em janeiro deste ano, quando Larry Fink, líder da Blackrock, a maior gestora de recursos do mundo, publicou carta aos presidentes de suas empresas investidas pedindo que sigam as recomendações da TCFD.

A adoção das recomendações permitirá que bancos, investidores e seguradoras compreendam e precifiquem o quanto os negócios de cada empresa contribuem para o aquecimento global, sendo que já há um movimento global de alocação prioritária de recursos para aquelas que possuem atividades com baixa emissão de carbono.

O trabalho da TCFD está contribuindo para o crescimento exponencial de instrumentos “verdes” de captação, os chamados green finance e green bonds.

Ao endossar as recomendações do TCFD, Feijó Lopes Advogados buscará incentivar a adoção das métricas da TCFD pelas empresas brasileiras, permitindo captem recursos via green bond e green finance, e do lado dos financiadores e investidores, nacionais e estrangeiros, que façam a correta mensuração do impacto climático das empresas brasileiras que irão financiar.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 15 de setembro de 2020, 9h57

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/09/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.