Consultor Jurídico

Retrato da magistratura

Sorrentino e Costa Neto: Imagem do Judiciário e prestação jurisdicional nos novos tempos

A revista eletrônica Consultor Jurídico publica os melhores colocados no 1º Concurso de Artigos do Centro de Pesquisas Judiciais (CPJ/AMB). Os artigos foram produzidos com base em duas pesquisas divulgadas pela Associação dos Magistrados Brasileiros: "Estudo da imagem do Judiciário brasileiro", em colaboração com a Fundação Getulio Vargas (FGV), e "Quem somos. A magistratura que queremos". O tema era livre, desde que baseado nas pesquisas.

Ficou em quarto lugar o artigo O acesso — digital — à Justiça: A imagem do Judiciário brasileiro e a prestação jurisdicional nos novos tempos. Os autores do artigo são Luciana Yuki Fugishita Sorrentino e Raimundo Silvino da Costa Neto.

Leia o resumo do trabalho:

O presente artigo aborda a necessidade constante de repensar o acesso à justiça para adequá-lo às necessidades e anseios da sociedade da informação, na qual os conflitos multiplicam-se e tornam-se cada vez mais complexos, exigindo do Poder Judiciário respostas ágeis, eficientes e sobretudo adequadas à sua realidade. Nesse sentido, a tecnologia é uma grande aliada para a universalização da justiça e para que os desalentados, assim entendidos aqueles que não depositam mais suas esperanças nas instituições públicas, sejam alcançados e tenham suas expectativas atendidas. Contudo, os benefícios da adoção das plataformas virtuais na prestação jurisdicional não podem deixar de considerar políticas de inclusão digital e de estruturação do acesso à internet no Brasil. De fato, a melhoria da imagem do Judiciário perpassa essencialmente pela democratização do acesso à Justiça, cuja expansão pode ocorrer pelos meios digitais, de forma direta e com uma linguagem mais simples.

Clique aqui para ler o artigo




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 6 de setembro de 2020, 10h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/09/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.