Consultor Jurídico

Simples nacional

Carf decide que ganhos de holding não compõem receita de empresa do mesmo sócio

Colegiado foi unânime ao decidir que ganhos de holding não compõem receita bruta de empresa de mesmo sócio
Reprodução / CARF

Os ganhos de receitas financeiras obtidas por uma holding, que tem sócio que também administra empresa autuada, não podem ser somados aos desta para fins de cômputo do teto do Simples Nacional. 

Esse foi o entendimento da 1ª Turma da Câmara Superior de Recursos Fiscais, que deu provimento, de forma unânime, a recurso apresentado por uma lanchonete autuada pela Receita Federal. 

A informação é do portal "Jota". No caso em questão, o Fisco autuou a lanchonete por entender que a empresa ultrapassou o limite de ganhos que limitam sua inclusão no Simples Nacional — R$ 1,2 milhão. 

P ara justificar a autuação, a Receita somou os ganhos do administrador da empresa em uma holding que não possui nenhuma ligação comercial com a lanchonete. 

Os recursos da holding foram foram obtidos por meio de transações financeiras do mercado de variáveis. 

Ao analisar a matéria, o relator, conselheiro Caio Cesar Nader Quintella, argumentou que as receitas cambiais não têm o mesmo conceito de renda bruta de atividade de gestão de participação societária. O voto prevaleceu. 

19679.002322/2004-81




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 26 de outubro de 2020, 19h59

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/11/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.