Consultor Jurídico

Epidemia do coronavírus

TST começa etapa preliminar de retorno ao trabalho presencial na corte

Por 

O Tribunal Superior do Trabalho começou a etapa preliminar para o retorno gradual do trabalho presencial na corte. A partir de agora será admitida a circulação de mais servidores no tribunal. O público externo segue vetado, e as sessões continuam acontecendo por videoconferência como medida de prevenção ao coronavírus.

TST

Os gestores dos gabinetes de ministros deverão priorizar os serviços por meio remoto e deverão adotar uma metodologia interna para assegurar que no máximo 30% dos servidores exerçam as atividades presencialmente. As exceções são os funcionários do grupo de risco.

Os gestores das unidades poderão selecionar apenas parte dos colaboradores para prestar serviços presencialmente, mantendo os demais em regime de trabalho remoto.

Também devem ser consideradas as circunstâncias particulares das atividades exercidas para dividir suas equipes igualmente entre os turnos de trabalho (fixados entre 7h e 12h e entre 14h e 19h), podendo ser instituído sistema de rodízio entre equipes fixas.

A medida foi assinada nesta segunda-feira (19/10), em ato conjunto, pela presidente do TST, ministra Maria Cristina Peduzzi, pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho e pelo Corregedor-Geral da Justiça do Trabalho. 

Clique aqui para ler o ato




Topo da página

 é correspondente da revista Consultor Jurídico em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 20 de outubro de 2020, 14h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/10/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.