Consultor Jurídico

Tirou de pauta

Após licença, Barroso suspende efeitos da decisão contra senador Chico Rodrigues

Por 

Diante da licença do cargo concedida ao senador Chico Rodrigues (DEM-RR), o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu os efeitos da decisão de afastamento do parlamentar.

Chico Rodrigues (DEM-RR) foi afastado do cargo por 90 dias por decisão de Barroso
Jefferson Rudy/Agência Senado

A decisão, desta terça-feira (20/10), manteve a proibição de contato com outros investigados. Nela, o ministro afirma que não é mais necessário submeter  a matéria ao Plenário — o caso havia sido pautado para referendo na próxima quarta-feira (21/9). O presidente do STF, ministro Luiz Fux, informou que vai retirar da pauta.

Chico Rodrigues foi encontrado com dinheiro em vestes íntimas durante operação de busca e apreensão nesta quarta-feira (14/10). A Polícia Federal mira desvio de dinheiro destinado à saúde em Roraima para o enfrentamento da epidemia de Covid-19. Cabe ao Senado decidir se mantém ou não o afastamento.

A defesa do senador afirmou, em nota, que o dinheiro encontrado nas vestes íntimas se destinava "ao pagamento dos funcionários de empresa da família do senador". Segundo os advogados Ticiano FigueiredoPedro Ivo Velloso e Yasmin Handar, o parlamentar "está sendo linchado por ter guardado seu próprio dinheiro".

Clique aqui para ler a decisão
PET 9.218




Topo da página

 é correspondente da revista Consultor Jurídico em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 20 de outubro de 2020, 14h58

Comentários de leitores

1 comentário

Parlamentar

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

Fez uma verdadeira "lambança".
O Chico agora se transmuda em "Xico".
Esse é o nível de nossos parlamentares.

Comentários encerrados em 28/10/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.