Consultor Jurídico

Carreira na EBC

Ex-chefe da comunicação do STF, Alberto Coura morre de Covid-19

O jornalista Alberto Coura morreu na madrugada desta quarta-feira (14/10) de Covid-19, após 84 dias lutando contra a doença. Ele chefiou a Comunicação Social do Supremo Tribunal Federal na presidência do ministro Celso de Mello (1997-1999).

Alberto Coura enfrentou a Covid por 84 dias
Reprodução

Coura trabalhou na Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), onde exerceu diversos cargos de direção.

O velório acontecerá das 14h30 às 16h30 e o sepultamento será às 17h, no Campo da Esperança, em Brasília

"Lamento, profundamente, o falecimento do jornalista
Alberto Coura. Foi ele secretário de Comunicação Social do
STF durante a minha Presidência da Corte
(1997-1999). Demonstrou, no exercício de suas atividades,
elevada capacidade profissional, distinguindo-se como grande
jornalista, que sempre foi, revelando, em cada momento de sua
atuação, inquestionável integridade pessoal e alto valor
profissional. Sei que a sua falta, que muito me entristece,
representará, para a comunidade dos profissionais de Imprensa, a
perda de uma grande e importante referência", disse Celso de Mello.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 14 de outubro de 2020, 13h35

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/10/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.