Consultor Jurídico

Categoria Diamante

TST recebe prêmio máximo de organização judiciária do Conselho Nacional de Justiça

O Tribunal Superior do Trabalho foi o único tribunal superior brasileiro a receber o Prêmio de Qualidade do Conselho Nacional de Justiça na categoria Diamante. A cerimônia de distribuição foi promovida na manhã desta sexta-feira (27/11), segundo dia do XIV Encontro Nacional do Poder Judiciário.

Giovanna BembomMaria Cristina Peduzzi recebeu prêmio em nome do Tribunal Superior do Trabalho

O prêmio tem como principal objetivo incentivar a organização judiciária, promovendo transparência, qualidade de informação e celeridade processual. Pela primeira vez, a premiação foi dividida em categorias por segmento de justiça, permitindo que os tribunais sejam comparados com seus similares.

Assim, na categoria dos tribunais superiores, o prêmio máximo foi para o Tribunal Superior do Trabalho. "É com imensa alegria que recebo o prêmio, uma conquista do TST representativa para toda a Justiça do Trabalho às vésperas de completar seus 80 anos de existência", afirmou a presidente do TST, Maria Cristina Peduzzi, ao agradecer a honraria.

"O compromisso de continuar trabalhando para melhorar a prestação da atividade jurisdicional será maior ainda depois desse reconhecimento ímpar do Conselho Nacional de Justiça", completou.

Outros premiados
Na categoria Justiça Estadual, o prêmio foi para os Tribunais de Justiça do Distrito Federal, de Rondônia, de Roraima. Na Justiça do Trabalho, receberam a categoria diamante os seguintes Tribunais Regionais do Trabalho: TRT-10 (SC) e TRT-15 (São Paulo), TRT-18 (GO).

Na Justiça Eleitoral, foram reconhecidos os Tribunais Regionais Eleitorais de Mato Grosso do Sul, Paraná e Pernambuco. O Tribunal de Justiça Militar do Rio Grande do Sul foi o único agraciado na categoria da Justiça Militar.

Nenhum tribunal superior recebeu o prêmio na categoria ouro; na prata, os escolhidos foram o Superior Tribunal de Justiça e o Superior Tribunal Militar.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 27 de novembro de 2020, 12h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/12/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.