Consultor Jurídico

Crise elétrica

TCU autoriza investigação sobre o apagão no Amapá

Apagão atinge 759 mil em 13 cidades do Amapá desde o dia 3 de novembro
Reprodução/TV Globo

A ministra Ana Arraes, do Tribunal de Contas da União, autorizou no último dia 11 a abertura de investigação para apurar as causas do apagão no Amapá que já afetou 750 mil pessoas.

A decisão foi provocada por representação do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que pedia a apuração da conduta de entes públicos envolvidos no caso.

"Diante de tantos absurdos que a população tem sofrido, os responsáveis por essa crise devem responder pelo caos instalado no estado", explicou o senador no pedido de urgência.

O Amapá sofre com a falta de energia elétrica desde o último dia 3. Treze dos 16 municípios doe estado sofrem com falta de energia.

No último dia 12, o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral referendou liminar que determinou o adiamento da eleição municipal na capital Macapá..

Na sexta-feira passada, o juiz João Bosco Costa Soares, da 2ª Vara Federal Cível do Amapá, determinou que a União viabilize o pagamento de um auxílio emergencial às famílias carentes atingidas pelo apagão. O repasse deve ser feito em duas parcelas mensais de R$ 600. O primeiro deles deve ocorrer no prazo máximo de dez dias.

Clique aqui para ler a representação do senador




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 18 de novembro de 2020, 15h43

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/11/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.