Consultor Jurídico

País dos bacharéis

Com a eleição de Biden, advogados voltam a povoar a Casa Branca

Por 

A Faculdade de Direito da Universidade de Syracuse, no estado de Nova York, deixou transbordar seu orgulho no site Syracuse.com: seu ex-aluno, Joe Biden, foi eleito o 46º presidente dos EUA. A faculdade está na 111ª posição no ranking das melhores faculdades de Direito dos EUA.

Biden será o primeiro presidente, desde William Howard Taft (27º presidente dos EUA), a ser ex-aluno de uma faculdade de Direito que não estivesse entre as 14 melhores dos EUA. Os ex-presidentes Barack Obama e Rutherford Hayes estudaram em Harvard; Bill Clinton e Gerald Ford, na Yale; e Richard Nixon na Universidade de Duke.

A vice-presidente-eleita, Kamala Harris (pronuncia-se Kâmala) também é advogada. Ela se projetou profissionalmente e mais tarde na política exercendo o cargo de promotora no estado da Califórnia. Ele se formou na Faculdade de Direito de Hasting da Universidade da Califórnia (59º no ranking das melhores do país).

O marido da Kamala Harris é o advogado Douglas Emhoff, sócio da DLA Piper. Ele deixou a banca recentemente por questões de ética. Nos últimos dias, se integrou à equipe de transição do futuro governo Biden. A DLA Piper está classificada em 2º lugar no ranking da Am Law de 2020 entre as maiores bancas dos EUA e em 3º lugar entre as maiores do mundo.

A mulher de Biden, Jill Biden, também é formada em direito, embora tenha dedicado a maior parte de sua vida à educação. Como tem doutorado, refere-se à futura primeira-dama dos EUA como Dra. Jill Biden.

No governo Obama, a primeira-dama Michelle Obama, era advogada. E no governo Clinton, a primeira-dama, Hilary Clinton, também era advogada.

Biden não foi um primor de aluno na faculdade de direito. Classificou-se em 76º lugar entre os 85 alunos do curso. À época, ele parecia mais interessado em política e já anunciava sua intenção de ser senador, segundo um de seus professores. Em 1972, se elegeu senador aos 30 anos — a idade mínima para ocupar o cargo.

Com Biden, serão 27 os advogados que se tornaram presidente dos EUA (58% dos 46 presidentes). O mais famoso, provavelmente, foi Abraham Lincoln (16º presidente), porque venceu a Guerra Civil Americana e aboliu a escravidão, entre outros feitos.

No Congresso, a última contagem de advogados senadores e deputados vem das eleições de 2018: dos 535 congressistas, 54% dos senadores e 37% dos deputados eram advogados.




Topo da página

 é correspondente da revista Consultor Jurídico nos Estados Unidos.

Revista Consultor Jurídico, 11 de novembro de 2020, 9h57

Comentários de leitores

5 comentários

A Justiça Americana ainda não declarou o nome do vencedor

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

ISSO É BRASIL. EIS A QUESTÃO:
Por Vasco Vasconcelos escritor jurista e abolicionista contemporâneo Brasília DF Brasil.
Se até agora, quase dois anos após o TSE decretar eleito, Presidente da República,
o grande estadista e homem público Presidente Jair Bolsonaro, a oposição bizarra e suas ramificações, após a sua posse, não reconheceram o sufrágio das urnas, a independência dos Poderes e as Prerrogativas Constitucionais do Chefe da Nação,
infestando o Egrégio STF de ações imundas e descabidas?
Como o Senhor Presidente da Republica Jair Bolsonaro, pode antecipar a Justiça Americana, para reconhecer o Sr.Biden, Presidente dos EUA,
numa eleição supostamente eivada
de fraudes?
E mais cujo resultado final
ainda não foi concluído, pela Justiça Americana? ( .....)
OPINIÃO
EM DEFESA DO VOTO IMPRESSO.
Em favor da moralização das eleições, com voto impresso.
Adeus fraude.
Todo sistema tem que ser aperfeiçoado. O voto impresso significa o fim de possíveis fraudes. A garantia que o cidadão votou no candidato X e seu voto não poder ser alterado sob pena de nulidade das eleições.
Um cadeado a mais numa porta significa maior segurança para o estabelecimento.
Destarte se o objetivo maior é a lisura do certame, que venha o voto impresso nas próximas eleições e vamos parar de fabricar pesquisas.
Como diz um grande jurista conterrâneo de Ruy Barbosa; Assim como encomendas de pizzas vem fatiadas em diversos sabores ao gosto do freguês, nos PERCENTUAIS previamente estabelecidos as pesquisas se igualam. Basta encomenda-las e paga-las.
Vasco Vasconcelos escritor jurista e abolicionista contemporâneo.

Só rindo mesmo...

Harlen Magno (Oficial de Justiça)

O Vasco Vasconcelos aparentemente desistiu de sua cruzada para acabar com o exame de ordem, e agora vai tentar a sorte combatendo o governo Biden nos EUA...

Voto impresso?

Stefano Kubiça (Estudante de Direito - Internet e Tecnologia)

Bobagem!
Será impresso com dados fornecidos por alguma entidade divina?
Todo cientista da computação sabe que SE a obtenção do voto pela urna eletrônica pode ser fraudada, então a impressão também pode.

Quem é Biden

amigo de Voltaire (Advogado Autônomo - Civil)

Assisti na TV americana a trajetória de vida do presidente eleito. Parece ser um bom sujeito vitimado por tragédias pessoais, uma delas uma gagueira da qual se curou. Entre seus feitos figuram um discurso plágio nas primárias democráticas em 2000, o que o obrigou a renunciar à corrida, e uma declaração nada lisonjeira ao candidato eleito Obama para concorrer nas eleições de 2008, na qual saiu inclusive como vice na chapa dos democratas. Existe em áudio nas redes sociais nesta eleição onde ele diz que ".....estavam preparados para fraudar as eleições", o que teria sido colocado fora do contexto e/ou teria sido um lapso de expressão de Biden. Boa sorte aos americanos.

A d v o g a d o s

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

Aqui, em minha cidade, quem for ao Café Ardóssia, que se converteu em Restaurante, encontra o maior número de advogados por quilômetro quadrado.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 19/11/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.