Consultor Jurídico

"Linguajar inapropriado"

Polícia do Rio indicia Felipe Neto por corrupção de menores

Felipe Neto disse que acusações são caluniosas e motivadas por motivos políticos
Divulgação

O youtuber Felipe Neto foi indiciado nesta quinta-feira (5/11) pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. Em nota, a entidade afirma que o procedimento foi instaurado após um expediente do Ministério da Justiça que alega que o empresário teria supostamente divulgado material impróprio para crianças e adolescentes em seu canal no YouTube.

Leia a nota da Polícia Civil:

"A Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) indiciou, nesta quinta-feira (05/11), o youtuber e influenciador digital Felipe Neto por corrupção de menores. As investigações iniciaram após expediente do Ministério da Justiça. Ele foi indiciado por divulgar material impróprio para crianças e adolescentes em seu canal do YouTube e por não limitar a classificação etária dos vídeos com conteúdo e linguajar inapropriado para menores."

Por meio de seus perfis nas redes sociais, Felipe afirmou que as acusações são caluniosas e movidas pelo "ódio bolsonarista". Ele também alegou que o delegado decidiu indiciá-lo sem nenhum tipo de investigação.

E também divulgou também uma nota por meio de sua assessoria de imprensa. Leia abaixo: 

"Felipe Neto reitera que o inquérito está apurando as mesmas falsas acusações e desinformações que há meses vêm sendo cometidas e articuladas por membros da extrema-direita, fortemente incomodados com as críticas ao governo Bolsonaro. Felipe Neto informa que prestou todos os esclarecimentos necessários, porém o delegado de polícia, sem tomar nenhum depoimento ou realizar qualquer investigação, decidiu indiciá-lo.

Confiante no Poder Judiciário, o youtuber permanece absolutamente convicto e tranquilo de que nunca praticou crime algum e reitera, ainda, que todo o ocorrido ainda será analisado por um promotor de Justiça. Felipe Neto acrescenta que, quando começou a se manifestar vigorosamente contra os absurdos do governo Bolsonaro, já estava preparado para enfrentar todos os tipos de ataque cometidos pela articulação do ódio, desde a propagação de notícias à acusações falsas, associando-o a crimes, na tentativa de destruir sua imagem e reputação."

Com mais de 40 milhões de inscritos, Felipe Neto é um dos youtubers mais influentes do mundo. Inclusive foi incluído na tradicional lista organizada pela revista norte-americana "Time".




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 6 de novembro de 2020, 22h19

Comentários de leitores

2 comentários

Tipificação política da conduta.

Anderson Gonçalves dos Santos (Estudante de Direito)

Segundo Nucci (ECA comentado/2018), "o tipo penal construído pelo art. 244-B (antiga previsão da Lei 2.252/54) cuida, apenas, de um aspecto, que é a inserção do jovem na criminalidade". Ciente disso, como pode a conduta de deixar de colocar classificação etária em vídeos disponibilizados no Youtube tipificar o crime de corrupção de menores? Apresentar "conteúdo e linguajar inapropriado para menores" faz parte do tipo penal?
Difícil é não lembrar que Bolsonoro um dia disse que tinha amigos na polícia civil e militar do Rio de Janeiro.

Fascismo

Flávio Marques (Advogado Autônomo)

Nada melhor do que se utilizar dos órgãos de repressão para perseguir quem critica, quem é dissidente, que não aceita o autoritarismo e o pseudofascismo que se tem praticado no país.

Comentários encerrados em 14/11/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.