Consultor Jurídico

Desrespeito no debate

Classe jurídica manifesta apoio à advogada Gabriela Prioli, comentarista da CNN

Em uma demonstração de solidariedade, mais de 300 advogadas e advogados assinaram um manifesto em apoio à advogada e professora Gabriela Prioli, por acontecimentos que têm relação com sua participação no programa Grande Debate, da CNN Brasil.

Advogada e professora anunciou saída do quadro "Grande Debate", na CNN Brasil
Reprodução/Twitter

"Gabriela sempre manteve sua postura séria, ética e comprometida, argumentando com base em dados, como é esperado de quem participa de um programa televisivo que se propõe a discutir temas de relevo social", afirmaram as advogadas na nota, organizada por Claudia Bernasconi.

Elas destacaram que, apesar de Prioli ter se comportado sempre de forma equilibrada e profissional, os outros dois debatedores escolhidos para o quadro eram despreparados. Além disso, o mediador frequentemente interrompia Gabriela em suas exposições, desrespeitando sua função de fomentar o equilíbrio da discussão.

"Enquanto telespectadores, esperávamos que o compromisso da CNN Brasil fosse com a proposta de um debate informativo, embasado, racional e mediado pelo respeito. Infelizmente não foi o que aconteceu. O que vimos foi o acirramento da polarização, não como forma de contrapor argumentos e dados, mas como um fim em si."

A postura da emissora em relação à advogada, afirmam, tem consequências mais sérias do que aparenta. "Com isso, perdeu a emissora a chance de contribuir positivamente em um momento em que a solidariedade é essencial e no qual a boa informação pode ser a diferença entre viver ou morrer", ponderam.

"Com a saída de Gabriela do programa a CNN Brasil perde, a sociedade perde. Mas sua decisão é coerente com o que sempre defendeu: discussão baseada em dados, tolerância e respeito", conclui a manifestação.

Segundo comunicado divulgado pelo canal de TV, o futuro de Gabriela Prioli na emissora será decidido nos próximos dias.

Clique aqui para ler a íntegra da nota




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 31 de março de 2020, 9h57

Comentários de leitores

1 comentário

Jornalismo x direito

O IDEÓLOGO (Cartorário)

O jornalista é inflamado pela paixão pela notícia, pela discussão; o advogado pela racionalidade (não todos).

Comentários encerrados em 08/04/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.