Consultor Jurídico

Fase experimental

Presos fabricam máscaras de proteção para combater pandemia em Minas Gerais

A Comarca de Rio da Pomba (MG) criou um projeto para que detentos produzam máscaras de proteção para serem usadas durante a pandemia do novo coronavírus. 

Presos de presídio do interior de Minas Gerais vão produzir máscaras de proteção
Sergio Monti

A iniciativa está em fase piloto e os presos estão trabalhando em um modelo específico de máscara. O objetivo é fazer com que a população carcerária possa ter um pouco mais de proteção e que essas máscaras também sejam usadas pela população local.

A ideia de implementar o projeto foi da juíza da Vara Única da comarca, Luciana de Oliveira Torres, e do diretor do presídio local, Pablo Carangola Garcia.

"É um serviço útil, e não estamos restringindo direitos: os presos do regime semiaberto podem continuar trabalhando. A verba para a compra do material veio das penas pecuniárias destinadas ao presídio", conta a juíza.

Um empresário local emprestou uma de suas máquinas para confecção das máscaras. O diretor do presídio acredita que, caso seja necessário esterilizar as peças, ele poderá conseguir apoio de uma unidade de saúde local. E finalizou: "Acredito que possamos avançar". *Com informações da assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 28 de março de 2020, 9h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/04/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.