Consultor Jurídico

Prevenção ao coronavírus

Desembargador do Rio de Janeiro concede prisão domiciliar para maiores de 60 anos

Por 

Devido à pandemia da Covid-19, o desembargador do Tribunal de Justiça Rio de Janeiro Custodio de Barros Tostes, em plantão judicial, concedeu nesta quarta-feira (25/3) liminar para enviar para prisão domiciliar todos os maiores de 60 anos que já cumpriram os requisitos para progredir para o regime semiaberto encarcerados no Presídio Evaristo de Moraes, que fica em São Cristóvão, zona norte da capital fluminense.

Presos com mais de 60 anos serão enviados para suas residências
Reprodução

O desembargador também ordenou que a Vara de Execuções Penais (VEP) conceda livramento condicional antecipadamente para os mais velhos de 60 anos que irão cumprir, nos próximos 60 dias, os requisitos para obter o benefício.

O Habeas Corpus foi impetrado pela Defensoria Pública do Rio. De acordo com a entidade, os trâmites burocráticos da VEP obstruem a concessão dos benefícios penais. Diante do quadro de emergência e do risco de contaminação dos detentos pelo coronavírus, é possível que os benefícios se tornem inexequíveis para os maiores de 60 anos, devido a suas eventuais mortes, já que eles fazem parte do grupo de risco da Covid-19.

Custodio de Barros Tostes afirmou que, se o estado de emergência autoriza excepcionalmente a antecipação de benefícios financeiros, como o 13º salário, também justifica a antecipação de benefício que restitui a liberdade e assegura uma proteção contra o coronavírus.

Como os prazos das audiências e sessões estão suspensos por 60 dias, o magistrado disse que os que cumprirão os requisitos para obtenção dos benefícios nesse período podem recebê-los agora.

Processo 0061789-94.2020.8.19.0001

*Texto alterado às 18h21 do dia 26/3/2020 para correção de informações.




Topo da página

 é correspondente da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro.

Revista Consultor Jurídico, 26 de março de 2020, 15h35

Comentários de leitores

1 comentário

Parabéns!

Albert Hänel (Administrador)

O que dizer de um desembargador que vai colocar na rua estupradores, latrocidas, homicidas, apenas porque eles possuem mais de 60 anos e podem contrair coronavírus. Na cabeça de alguns, o interesse individual dos presos está acima do interesse coletivo.

Comentários encerrados em 03/04/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.