Consultor Jurídico

Comentários de leitores

7 comentários

De escolhas públicas e reservas do possível

L.F.V., LL.M (Advogado Assalariado - Tributária)

Por sua vez, vá lá o cidadão de bem (que existe e é maioria, senhores - podeis chorar os que destilais ódio contra a realidade) requerer indenização ao erário pelo descumprimento das garantias - constitucionais, por igual - de liberdade, trafegabilidade e segurança sobre as vias públicas, para ver que resposta recebe de seus tão caridosos, tão humanistas guardiões.
.
Por evidente que uma situação de desamparo não justifica a outra, mas esse estado de coisas revela certas escolhas e implica certos incentivos comportamentais às populações envolvidas -- com as lamentáveis consequências que testemunhamos na forma da pluridecenária anomia.

E assim queremos seguir adiante

Esclarecedor ou questionador (Delegado de Polícia Federal)

Motins de presos resolvem colocar fogo em colchões em presídios e, aí, depois, é responsabilidade do Estado fornecer condições dignas para os mesmos dormirem bem como, de outra parte, caso algum morra queimado, há de ser o Estado o responsável pelo ocorrido.

Inversamente, quando um policial busca alguma garantia/retribuição específica em razão da peculiaridade e dos riscos que sua atividade traz, se diz que tais questões são inerentes ao exercício da profissão de risco.

Nenhum - ou raros - são os governantes que visitam os parentes do PM morto em combate, que buscam alguma forma de recompensar a polícia militar - a "polícia por excelência" - pelos riscos que enfrentam todo o dia. Concordo, não tem eles o direito de agirem errado, mas quem os aplaude pelos atos heroicos que não viram notícia.

"É a Constituição, estúpido"

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

Poderiam alguns posicionamentos serem respondidos de forma deselegante até, mas verdadeira, é a Constituição Federal, art. 37, § 6º, e ponto final.
Agora o que sobra no CONJUR são bacharéis revoltados, que por certo não exercem a advocacia, e sempre o discurso de "esquerdismo"... Quebraria este discurso um simples livro, Ensaios Sobre o Mundo do Crime, Contos de Kolimá 4, Varlam Chalámov. O Autor estava preso em Kolimá, tido como o pior dos gulags, e o que é relatado, a matriz da máfia rússia, os militares dos anos 70 que se diziam tão anticomunistas repetiram os mesmos erros, começando pela Ilha Grande.

Agora quanto a alguns posicionamentos, "é a esquerda, é o esquerdismo, tem de acabar com essa constituição", problema pessoal de cada um...

é o Estado babá na visão jurídica ainda comandada

analucia (Bacharel - Família)

é o Estado babá na visão jurídica ainda comandada por algumas gerações que foram doutrinadas pela ideologia do Esquerdismo. E que o cidadão não tem responsabilidade alguma, tudo é o Estado.

As falhas do estado federal

Eider-Ribeiro-Luz (Bacharel - Civil)

Se cada preso pedir indenização pelas falhas do estado em sua guarda, o Estado vai a falência.

Esquerdismo?

Marcos Arruda (Outros - Empresarial)

Certamente para quem tem esse pensamento vil que preso não é gente, fica fácil encontrar justificativa pro próprio desvio moral.
Apesar q quando alguém vem com papo de esquerdismo, logo sei oq esperar.

Estado babá

Contribuinte Indignado (Advogado Autônomo - Civil)

Tudo para o bandido, no Poder Judiciário

Comentar

Comentários encerrados em 11/03/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.