Consultor Jurídico

Notícias

TV ConJur

Constituição deu ao MP autonomia funcional, não individual, diz Temer

Comentários de leitores

4 comentários

Confusão de institutos

Helio Telho (Procurador da República de 1ª. Instância)

O articulista confundiu autonomia institucional com independência funcional, ambas previstas na Constituição.

Responder

Coisa de brasileiro

Esclarecedor ou questionador (Delegado de Polícia Federal)

O povo brasileiro tem horror à cigura do. Hefe justamente em razão do fato de que, na maioria das vezes odeia a hierarquia.
Assim sendo, parece que a essência do que muitos almejam como um ideal é o "seja seu próprio chefe" ou o "trabalhe quando quiser" e, dessa forma, acabamos nao entendendo por que certas coisas funcionam em países desenvolvidosmas nao aqui.

Responder

Memória Curta

olhovivo (Outros)

O brasileiro tem a característica de memória curta, incluídos aí os procuradores da República. Não obstante o significativo trabalho de Michel Temer na Assembléia Constituinte em favor daqueles, eis que os mesmos, representandos pelo então chefe mor Janot da corporação (aquele que tramou matar e cometer suicídio e que tinha uma "farmácia" de cachaça no ambiente de trabalho) fez aquela denúncia canalha contra o ex-presidente e, de quebra, atrapalhou as reformas de modo a prejudicar a economia do país. Talvez se o constituinte previsse a cobra que estava criando, seria mais comedido nas concessões de prerrogativas e autonomias a certas instituições, que ao final não fizeram por merecê-las em face do uso e abuso irresponsável das mesmas.

Responder

Concordância.

Villela (Advogado Sócio de Escritório - Tributária)

Concordo plenamente com a afirmação contida no título da matéria.

Responder



Comentar

Comentários encerrados em 10/03/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.