Consultor Jurídico

Amizade renovada

Patrão e empregado se reconciliam e decidem manter vínculo de emprego

Uma audiência de conciliação realizada na Vara do Trabalho de Goiás, na última quinta-feira (21/2) terminou de maneira extremamente positiva. Além do acordo firmado para o pagamento de débitos trabalhistas, patrão e empregado decidiram manter o vínculo empregatício até o funcionário se aposentar.

Patrão e funcionário fizeram as pazes e decidiram manter o vínculo empregatício
Reprodução

A audiência terminou com um abraço de conciliação. Para a juíza que acompanhou a audiência e homologou o acordo, Andressa Kalliny Carvalho, fatos como esse demonstram o empoderamento das partes na solução dos conflitos e a importância da conciliação como ferramenta para solucionar litígios e restaurar a relação afetiva e social entre as partes.

Segundo a juíza, a primeira audiência aconteceu no dia 5 de fevereiro e foi infrutífera. Já nessa segunda audiência, que foi uma audiência Una, ou seja, de conciliação e instrução, os advogados informaram que as partes já haviam conversado e chegado a um consenso para uma proposta de acordo.

O trabalhador explicou que o acordo foi fruto de uma conversa franca e pacífica com o proprietário da empresa antes da audiência. “Em razão da amizade existente, foi possível conciliar e permanecer com o vínculo de emprego ativo”, afirmou ele satisfeito com a proposta. O patrão, por sua vez, também pediu para registrar sua satisfação na ata de audiência. Ele disse que, além de privilegiar a permanência do vínculo de emprego, foi mantida a relação de amizade com o trabalhador, que atua na empresa como vigilante há quase 15 anos.

Conforme o acordo, a dívida trabalhista, que se referia a horas extras, reflexos e indenização, será paga em três parcelas consecutivas.

0011601-32.2019.5.18.0221

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 1 de março de 2020, 10h49

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 09/03/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.