Consultor Jurídico

Separação de poderes

"Estão usando as Forças Armadas como partido e isso é uma grave ofensa", diz Gilmar

Retornar ao texto

Comentários de leitores

9 comentários

Absurdo!

Rodrigo Pêgo (Outros)

Esse Gilmar Mendes não vale o que o gato enterra,o maior soltador de corrupto.

Respeitem Senhores o sufrágio da urnas, independ. poderes

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Por Vasco Vasconcelos escritor jurista e abolicionista contemporâneo.
Assegura a Constituição Federal, em seu artigo primeiro, parágrafo único: “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”. Todos nós brasileiros inclusive os nobres ministros do Egrégio STF,têm o dever e a obrigação de respeitar o sufrágio da urnas, a independência dos poderes e as prerrogativas constitucionais do Chefe da Nação, Presidente da República, Jair Bolsonaro.
Trata-se de um legítimo representante do povo eleito democraticamente com quase 58 milhões de votos, para comandar os destinos da Nação.
Creio que a oposição tem todo direito de usar o jus sperniandi"" (ESPERNEAR Á VONTADE), mas, não pode querer utilizar o Egrégio STF como extensão da oposição no Brasil.
O egrégio STF é o órgão de cúpula do poder judiciário, tem a missão de guardar a Constituição, sem interferir no Poder do dirigente máximo da nação, Chefe das Forças Armadas.
Quem não submeteu ao sufrágio das urnas não possui legitimidade para adentrar nas competências/prerrogativas de Sua Excelência Presidente da República. Decorridos mais de 500 dias sem corrupção no governo do grande estadista Jair Bolsonaro, essa abstinência está deixando as raposas políticas em desespero total, infestando ações na Suprema Corte de Justiça.
Até quando as figuras pálidas vão usar o Egrégio Supremo Tribunal Federal como extensão da oposição no Brasil?
Podem encomendar pesquisas pré-pagas, principalmente depois do fracasso de meia dúzia de baderneiros das panelas imundas.E como diz o grande jurista: ASSIM COMO ENCOMENDAS DE PIZZAS VEM FATIADAS EM DIVERSOS SABORES, AO GOSTO DO FREGUÊS, AS PESQUISAS SE IGUALAM.BASTA ENCOMENDÁ-LAS E PAGÁ-LAS.CLARO.

Estão usando as ...

Arlete Pacheco (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Estranho o ministro dizer que nunca viu coisa igual ao comentar as palavras usadas na reunião de 22 de abril p.passado!!! Logo ele, que já referiu aos colegas de toga como sendo "pessoas sem pedigree"!!! Logo ele, que já protagonizou cenas grotescas de falta de educação explícita "em pleno transcurso de audiências", como o episódio com o ministro Barroso!!! Olhe-se ministro antes de criticar os outros!!! Quanto ao ministro Celso, ele extrapolou sim, uma vez que deveria ter autorizado somente a divulgação de trechos pertinentes às falas do Presidente da República, e não as falas de outros integrantes da reunião, que não estão sendo investigados! Não é sem motivos que o cidadão contribuinte não admira o Supremo!

Absurdos de um país desgovernado

JCastro (Estagiário - Previdenciária)

Estamos nos deparando diariamente com absurdos vindos do Poder Executivo que vem testando os limites cada vez mais. Até quando? O que mais será necessário? Devemos esperar para ver se todas essas demonstrações de incensatez resultarão em um golpe?

Incoerência

Rodrigo Pêgo (Outros)

O STF legislar,interferir em outros poderes é normal pra vc? O tanto de habeas corpus de traficantes que esses ministros soltam não ta escrito.

Att pode e forças armadas não

Harden Costa Resende (Odontólogo)

O STF age como partido de oposição ferrenha, e não é esse o seu papel. Partindo desse princípio, se fosse verdade, porque as forças armadas não o poderia?

Crítica

Alayr Riboldi (Administrador)

Este cidadão representa o que hj a sociedade repudia, nos sentidos representados nas palavras do ilustre ministro da educação. Ninguém está contribuindo mais pra instabilidade deste país que 6 dúzia de comedores de lagosta e tomadores de vinhos importados a custa do sacrifício da população. Se tivessem, o que não tem, vergonha na cara, pediriam pra sair, e sequer pediriam aposentadoria remunerada. Falta o povo decidir por plebiscito a pena de morte para cânceres da sociedade. Tenho dito.

Assino embaixo.

Rejane G. Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Concordo com o inteiro teor do comentário acima.

Fazendo escola

Miron Parreira Veloso (Jornalista)

Posso discordar de decisão do judiciário, e sou crítico com opinião dura às vezes, mas, no nível que aqui se repete indica formação moral idêntica às falas registradas na "reunião" pública com cara de privada, literalmente.

Comentar

Comentários encerrados em 2/06/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.