Consultor Jurídico

Notícias

notitia criminis

Sobre declaração de general, Celso informa que somente encaminhou pedido à PGR

Comentários de leitores

7 comentários

Celso de melo

ADEVANIR TURA - ÁRBITRO - MEDIADOR - CONCILIADOR (Outros - Civil)

Realmente, esse é o ritmo processual adequado, a comunicação. Mas, causa estranheza, é a rapidez com que o "nobre" Ministro atende aos pedidos dos Partidos políticos, principalmente os de esquerda. Isso, demonstra que realmente os Ministros do STF estão voltados para a esquerda e confrontando com o Governo Bolsonaro. Na minha opinião, estão cutucando onça com vara curta, basta olharem para trás e verão. Infelizmente, o STF está entrando em uma seara que se avançar mais, com certeza irão receber o que procuram. Estão querendo combater o Bolsonaro para que não torne nosso governo em um Governo Militar, mas, isso já aconteceu. No governo Federal já estão uma imensidão de militares trabalhando, mas, com uma diferença: MAIS TRANSPARENTES e HONESTOS.

Responder

Buscq e apreesao de Celso

Antonio Honorio Vieira (Contabilista)

Amarelou

Responder

se todos os são vítimas, quem julga?

Patricia Ribeiro Imóveis (Corretor de Imóveis)

O Mn da Educação chamou membros do STF de vagabundos...

Todos os membros do STF portanto são tem tese vítimas de crime contra a honra.

Portanto, todos são suspeitos.

Pergunta-se: quem então julgará o Min da Educação em caso de ação penal?

Responder

Decisão do Ministro Celso de Mello

José Araujo balança (Servidor)

A decisão proferida pelo Ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, está de acordo com a Constituição da República e com o Código de Processo Penal. Se lermos com pausa e atenção, podemos perceber que cabe ao Procurador-Geral da República a tomada de providências que entender cabíveis, como a instauração de Procedimento Investigatório Criminal (PIC), a requisição de instauração de inquérito policial à Polícia Federal ou o arquivamento da representação formulada pelas três agremiações partidárias, devidamente fundamentado.

Responder

Deficiência de cognição!!!

Pssimista Brasil (Administrador)

A manifestação do ministro Augusto Heleno, demonstra que o mesmo não está bem,
sua atitute denota possivel problema de cognição!
Acho engraçado que esse pessoal acha que detém o poder supremo naonesta do sujeito a nenhum controle e toda vez que acontece alguma coisa, eles se manifestam dessa forma!
Comportamente inadequado para função que ocupam !
Acordem, os tempos mudaram e no Brasil de hoje, jamais encontraram espaço para fazerem o que querem ...

Responder

Notitia que interessa! A quem?

Pedro G. Franzon (Oficial da Aeronáutica)

Os Brasileiros de bem aguardam ansiosos alguma iniciativa de nossa Justiça, algum senso de seu dever elevado, cumprindo “os ritos da legislação processual penal”, também, nos seguintes casos: tentativa de assassinato do então candidato a presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro, e atividade tenebrosa do Foro de São Paulo e sua promiscuidade com possíveis narcotraficantes. Não há crime nesses casos? Não houve notitia criminis?

Responder

Vamos respeitar o sufrágio da urnas as prerrogativas do PR

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Por Vasco Vasconcelos,escritor, jurista . Assegura a Constituição Federal, em seu artigo primeiro, parágrafo único: “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”. Todos nós brasileiros inclusive os nobres ministros do Egrégio STF,têm o dever e a obrigação de respeitar o sufrágio da urnas, a independência dos poderes e as prerrogativas constitucionais do Chefe da Nação, Presidente da República, Jair Bolsonaro.
Trata-se de um legítimo representante do povo eleito democraticamente com quase 58 milhões de votos, para comandar os destinos da Nação.
Creio que a oposição tem todo direito de usar o jus sperniandi"" (ESPERNEAR Á VONTADE), mas, não pode querer utilizar o Egrégio STF como extensão da oposição no Brasil.
O egrégio STF é o órgão de cúpulpa do poder judiciário, tem a missão de guardar a Constituição, sem interferir no Poder do dirigente máximo da nação, Chefe das Forças Armadas.
Quem não submeteu ao sufrágio das urnas não possui legitimidade para adentrar nas competências/prerrogativas de Sua Excelência Presidente da República. Decorridos mais de 500 dias sem corrupção no governo do grande estadista Jair Bolsonaro, essa abstinência está deixando as raposas políticas em desespero total, infestando ações na Suprema Corte de Justiça.
Até quando as figuras pálidas vão usar o Egrégio Supremo Tribunal Federal como extensão da oposição no Brasil?
Podem encomendar pesquisas pré-pagas, principalmente depois do fracasso de meia dúzia de baderneiros das panelas imundas. ASSIM COMO ENCOMENDAS DE PIZZAS VEM FATIADAS EM DIVERSOS SABORES, AO GOSTO DO FREGUÊS, AS PESQUISAS SE IGUALAM.BASTA ENCOMENDÁ-LAS E PAGÁ-LAS.CLARO..

Responder



Comentar

É necessário se identificar fazendo login no site para poder comentar.
Não tem conta na ConJur? Clique aqui e cadastre-se!