Consultor Jurídico

Ampla defesa

MPF quer revisão de todos os pedidos de auxílio emergencial negados

MPF quer que o governo faça a revisão de todos os pedidos de auxílio negados
Reprodução

O Ministério Público Federal ajuizou ação civil pública com pedido de liminar para que a União Federal e a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev) revisem os pedidos de auxílio emergencial que foram negados em todo o país. O pedido é assinado pelo procurador Oscar Costa Filho.

Conforme o procurador, representações recebidas pelo MPF relatam o indeferimento dos pedidos de auxílio emergencial para cidadãos que preencheriam, em tese, todos os requisitos formais para ter acesso ao benefício.

Os reclamantes têm prestado queixa sobre a falta de transparência do aplicativo de solicitação que, após o período de análise dos recursos, se limita a informar a negativa da solicitação sem apresentar os motivos para a não qualificação do postulante como beneficiário do auxílio emergencial.

Para Costa Filho, a postura adotada pelos órgãos responsáveis pela análise e concessão dos pagamentos viola princípios consagrados nas leis administrativas tais como o princípio do devido processo legal, contraditório e ampla defesa.

"Não bastasse a negativa sem apresentação de motivos que possam ser contraditados, verifica-se que resta prejudicada inclusive a possibilidade de recorrer da decisão administrativa, seja pela falta de transparência, seja pelo desconhecimento sobre os meios para interposição de recursos, seja pela ausência de motivos que explicitem as razões que levaram ao indeferimento do benefício", destaca o procurador da República.

A ação do MPF requer que — além da revisão de todos os pedidos negados — sejam conferidos a todos que tiverem o benefício negado tenham direito à explicitação dos motivos dos indeferimentos em respeito à garantia da ampla defesa do cidadão.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de maio de 2020, 19h16

Comentários de leitores

56 comentários

Auxilio emergencial negado por divergencia no CNIS

Rosangela Cunha Silva (Outros)

Sou Beneficiario do bolsa familia e meu auxilio emergencial foi negado por contratos em aberto no sistema do CNIS, sendo que esses contratos foram encerrados á anos. O dataprev precisa fazer Atualizacao no sistema,antes de fazer analise nos cadastros do cidadao.

Auxílio negado injustamente

Simone Nunes sandovetti (Outros)

Meu auxílio tive que refazer dia 23 de abril porque deu dados inconclusivo, dia 15 de maio deu como resultado da análise negado porque cidadão tem renda maior que o permitido, estou desempregada a mais de três anos, tenho dois filhos de menor pago aluguel e meu marido teve o salário reduzido pela metade , como posso ter renda maior?

Auxilio emergencial negado

Rosangela Cunha Silva (Outros)

Sou Beneficiario do bolsa familia e meu auxilio foi negado por existir contratos em aberto no sistema do CNIS,mas esses contratos já foram encerrados á anos.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 21/05/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.