Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

perigos dessa retomada

Marins Curitiba 41985092829 (Advogado Assalariado - Empresarial)

Boa noite, vejo com certa perplexidade essas medidas adotadas pelo CNJ.
Isso vai virar uma torre de babel e não se pensou em todas as possibilidades, por exemplo o meu caso: Advogo só e se o pior acontecer e acabar tendo que ficar fora do ar uma semana, 15 dias e enfim um dia já é o suficiente para complicar uma situação, se morrer dentro de uma semana, os atos só não terão validade a partir do óbito, mas se passaram uma semana.
Entendo a premência e a duração razoável do processo, mas estamos numa calamidade e acho muito temerário esse formato, e o advogado que não pode trabalhar a partir de casa (falta de internet, não saber manusear os programas, não ter maquinas e etc).
A própria pandemia, se discutia PIB no início fizeram projeções de quase zerar o PIB e agora já comprovam que será no mínimo 5 pontos percentuais negativos. Achavam que iam morrer uns 500 a 800 habitantes e já estamos acima de 13.000 óbitos no Brasil.
Não temos a real modificação disso no mundo, quando isso acalmar acredito que teremos que ver quem ficou, o estado que ficou e os formatos serão outros, precisei propor um recurso ordinário trabalhista reclamado, não é fácil falar para o cliente do depósito recursal e arrumar onde esse dinheiro, mas superei ou melhor o cliente superou e arrumou com a mãe, mas isso é até desumano.
Acredito que devemos debater esses aspectos, a disposição para participar de um debate, troca de visão e depois de discutido esses e outros pontos, tomemos ações em prol da sociedade.
Att
Marins (41) 985092829

ALBG

Nilton Gonçalves (Praça da Marinha)

Sou correntista da massa falida desde 2001 e até agora só houve impencilhos para pagar aos correntistas, já que já venderam todas as fazendas e os direitos trabalhistas já foram pagos, mas os correntistas estão sempre aguardando decisão da justiça e o dinheiro parado na conta judicial. Os advogados da ALBG recebem de nós uma taxa desde 2001, quando eu for receber, por ser tão pouco, será o que já paguei ao longo desses anos todos.

ALBG

Nilton Gonçalves (Praça da Marinha)

Sou correntista da massa falida desde 2001 e até agora só houve impencilhos para pagar aos correntistas, já que já venderam todas as fazendas e os direitos trabalhistas já foram pagos, mas os correntistas estão sempre aguardando decisão da justiça e o dinheiro parado na conta judicial. Os advogados da ALBG recebem de nós uma taxa desde 2001, quando eu for receber, por ser tão pouco, será o que já paguei ao longo desses anos todos.

Suspensão Prazos

Vianei Antonio Gomes (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Entendo, que deveria continuar sobrestados os prazos processuais, ou melhor serem prorrogados e só voltarem a fluir quando retornar a vida normal. Sabemos todos que, já em condições normais de pressão e temperatura é muito burocrático conseguir documentos, extratos analíticos e bancários , certidões, na Caixa e bancos privados. Particularmente, acompanho todas as perícias, fui acompanhar uma em outra cidade, na semana passada perdi dois dias, porque tanto o perito como nós não tínhamos acesso ao local da perícia em função da decisão da autoridade judicial que proibia o acesso a determinados prédios. Com muita insistência conseguimos acessar e cumprir o objetivo. A nosso entender seria de boa técnica prorrogar a suspensão dos processos até que pandemia recue, pois poderá ainda ocorrer o isolamento social total, infelizmente as autoridades estão fazendo ouvidos de mercador para a dramática pandemia!

Comentar

Comentários encerrados em 20/05/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.