Consultor Jurídico

Feijões mágicos

MPF pede retirada do ar de vídeos em que pastor anuncia cura 'mágica' da Covid-19

O Ministério Público Federal fez chegar ao Google, dono da plataforma de vídeos Youtube, um ofício em que solicita que sejam retirados do ar vídeos em que o apóstolo Valdemiro Santiago de Oliveira, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, anuncia a venda de sementes de feijão que supostamente têm o poder de curar a Covid-19.

Valdemiro Oliveira anunciou no YouTube  feijões que supostamente curam a Covid-19
Reprodução

Além da retirada dos vídeos do ar, o ofício do MPF, enviado por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) em São Paulo, pede que o material seja arquivado na íntegra pela empresa e que seja registrada a quantidade de acessos aos vídeos publicados pelo pastor. O Google tem cinco dias para responder se tomou as providências pedidas pelo Ministério Público.

Valdemiro aparece nos vídeos conclamando seus fiéis a comprar as sementes, vendidas por valores que variam de R$ 100 a R$ 1 mil. Ele faz referência ao caso de uma pessoa que teria se curado da Covid-19 graças ao uso do feijão "mágico".

Retirar os vídeos do Youtube, maior plataforma mundial do gênero, não é o único objetivo do MPF. O órgão enviou ao Ministério Público de São Paulo uma notícia-crime para que seja apurada a possibilidade de o pastor ter cometido o crime de estelionato. A procuradoria acredita que Valdemiro está usando sua influência religiosa para obter vantagem financeira pessoal ou para sua igreja, induzindo seus fiéis ao erro, já que não existe qualquer evidência de que a ingestão de feijões seja capaz de curar a doença causada pelo novo coronavírus.

Como o crime em questão é de competência da Justiça estadual, o MPF teve de enviar a notícia-crime ao MP-SP, uma vez que só pode atuar em casos de competência da Justiça Federal. Com informações da assessoria de imprensa da Procuradoria da República no Estado de São Paulo.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 11 de maio de 2020, 19h29

Comentários de leitores

5 comentários

Pastor

Veinho (Funcionário público)

Já era tempo de investigar este e outros 'líderes' de igreja que prometem milagres! Na minha opinião isto é charlatanismo! Criatividade sem limites em épocas de crise e pandemia!

Feijão mágiconos nos cura do câncer..socual

André Pinheiro (Advogado Autônomo - Tributária)

O mesmo MPF que nunca exigiu uma prova de cura de câncer, Aids, cegueira, agora se preocupa com uma gripezinha.
A quanto tempo esses fascinoras estão colocando os pobres em ordem para que não pertubem os ricos, há quanto tempo, os pastores se dedicam a trazer esperança, conforto aos renegados pelo Estado? Agora que aparece uma doença que incomoda o andar de cima, aparece a polícia estatal? Câncer é bem mais difícil de tratar ou não?
Não é hora de se contradizer MPF, é hora de agradecer, vida de bispo é cara, muito luxo, avião, fazendas, prioridades pelo mundo. Em troca, eles nos dão um proletariado manso, submisso, honesto, temos que agradecer.
Esse feijãozinho cura muito mais que Covid-19, cura qualquer chance de uma intectualidade insurgente.

MPF pede retirada do ar de vídeos em que pastor anuncia cura

Elcias Silva (Servidor)

Parabéns ao MPF, já está passando da hora de dá um basta a demagogia e enrolação deste "cidadão". Ora é sangue ora é feijão, não sei qual será o próximo produto.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 19/05/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.