Consultor Jurídico

Notícias

Bloqueio de emergência

MP-RJ pede ações públicas e Crivella determina lockdown parcial na zona oeste

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou que a partir desta quinta-feira (7/5) terá início um lockdown (confinamento emergencial) parcial em Campo Grande, bairro da zona oeste da cidade, região que concentra grandes aglomerações humanas.

Calçadão de centro comercial na zona oeste
Reprodução

A Secretaria Municipal de Ordem Pública irá gradear os acessos ao calçadão do centro comercial do bairro.

Guardas municipais vão ocupar o espaço durante uma semana, 24 horas por dia, impedindo que outras pessoas acessem o local. O prazo pode ser estendido.

Somente funcionários de atividades essenciais, como farmácias, agências bancárias e supermercados terão a entrada autorizada, mediante apresentação de crachá.

Nesta quarta (6/6), o Ministério Público do Estado do Rio encaminhou a Crivella e ao governador Wilson Witzel (PSC) um estudo da Fiocruz que alerta para a necessidade de adotar ações de lockdown no estado, com o objetivo de conter a disseminação do novo coronavírus.

A promotoria pediu, ainda, que ambos se manifestem em até 24 horas sobre quais medidas de incremento ao isolamento social pretendem adotar.

Clique aqui para ler o ofício enviado ao governador
Clique aqui para ler o ofício enviado ao prefeito
Clique aqui para ler o ofício da Fiocruz enviado ao MP-RJ

Revista Consultor Jurídico, 6 de maio de 2020, 21h24

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/05/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.