Consultor Jurídico

Comentários de leitores

8 comentários

TRT3 restaura decisão ...

Arlete Pacheco (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Sugiro ao jornal "O Estado de São Paulo" que solicite, se necessário até em juízo, a apresentação dos exames de vereadores, prefeitos, governadores, deputados estaduais e federais, senadores, desembargadores, ministros de Estado, de Tribunais e outras autoridades. Assim, enquanto se distrai a examinar toda a papelada que deverá ser produzida, talvez resolva fazer uma reavaliação das matérias que vem publicando e deixe de ser parcial e repetitivo, insistindo em denegrir a imagem do senhor Presidente da República, em total desrespeito à inteligência de leitores que também pagam pelo jornal e têm capacidade de fazer suas análises sem necessidade de tutela. A obrigação de um jornal de qualidade é informar fatos sem viés ideológico, sob pena de se transformar em mero folhetim!

Exames covid

kele (Bancário)

Poderemos solicitar de todos os deputados, prefeitos governadores, juizes e qualquer dirigente público, vai servir para que, a não ser tumultuar. Se quer ver, obrigar a apresentação, determine segredo de justiça, o jornal vai ter, só não póde divulgar, acaba a polêmica

Mas o objetivo é justamente divulgar

Flavio GRC (Contabilista)

O objetivo do pedido é justamente a divulgação da informação, por ser de interesse público.

Qual interesse?

Servidor estadual (Delegado de Polícia Estadual)

Nenhum magistrado apontou qual interesse público, o interesse é apenas atormentar o presidente. Somos maioria, mas temos que trabalhar e sustentar uma minoria que se dedica a perturbar, isso porque sob vários nomes os impostos lhe garantem tal possibilidade. REvisão já. Redução drástica do número de parlamentares, corte de gastos, fim do subsídios de ONGs, até porque não governamental e aí o país começa a evoluir.

Concordo com a parte da economia

Flavio GRC (Contabilista)

Concordo com a parte que mencionou sobre a economia. Porém, em se tratando de COVID-19, vale lembrar: (i) que em um primeiro momento a Fox foi informada de que o exame havia dado positivo, e depois mudaram a informação; (ii) que o próprio Bolsonaro já se manifestou dizendo que pode ter pego o vírus; (iii) que o Bolsonaro está descumprindo todas as recomendações da "OMS" e do próprio "MS"; e (iv) que pelo menos uma pessoa que esteve presente nas manifestações com participação do Bolsonaro, como foi noticiado, morreu de COVID-19. Se ele realmente tem ou teve a doença, está sim atentando contra a saúde de inúmeros brasileiros. É, portanto, informação de interesse público.

Só uma saída!

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Alegar direito de não produzir prova contra si mesmo, na circunstância eventual de ele, Presidente, sabendo-se adoentado, haver exposto a saúde de terceiros ao risco de contágio...
Notadamente quando a sua comitiva, vinda dos EUA, foi contaminada e, s.m.j, o "galã" "04-pega-geral" também experimentou a enfermidade. O "messias" é imune?!
Do contrário, é obrigado a exibir o exame, sim.

Fundamento da República?

João B. G. dos Santos (Advogado Autônomo - Criminal)

O dia que o exame de Covid 19 do Presidente da República constituir fundamento desta mesma república por questão de transparência, estaremos na República das Bananas. O Presidente aparenta boa saúde e esta foi atestada. A decisão judicial em questão envolve desvio de finalidade pois objetiva apenas humilhar a pessoa humana chamada Jair Bolsonaro. O que dimana do prazo de 48 horas para cumprimento da ordem judicial e pelo fato da entrega do exame não ser para uma autoridade sanitária e sim para um jornal. Vocês imaginaram pedir o exame de sanidade mental da Dilma ou de fígado do Lula quando eram governantes? Recorra da decisão Jair Bolsonaro.

Aparência não quer dizer nada

Flavio GRC (Contabilista)

"O Presidente aparenta boa saúde e esta foi atestada". Isto, em se tratando de COVID-19, não quer dizer absolutamente nada, já que inúmeras pessoas são assintomáticas e mesmo assim transmitem o vírus! Vale lembrar: (i) que em um primeiro momento a Fox foi informada de que o exame havia dado positivo, e depois mudaram a informação; (ii) que o próprio Bolsonaro já se manifestou dizendo que pode ter pego o vírus; (iii) que o Bolsonaro está descumprindo todas as recomendações da "OMS" e do próprio "MS"; e (iv) que pelo menos uma pessoa que esteve presente nas manifestações com participação do Bolsonaro, como foi noticiado, morreu de COVID-19. Se ele realmente tem ou teve a doença, está sim atentando contra a saúde de inúmeros brasileiros. É, portanto, informação de interesse público.

Comentar

Comentários encerrados em 11/05/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.