Consultor Jurídico

Movimentações atípicas

Flávio Bolsonaro é convocado a depor sobre vazamento em operação da PF

Flávio Bolsonaro será intimado a pedido do Ministério Público Federal do Rio de Janeiro
Fotos Públicas/Vitor Soares

O Ministério Público Federal do Rio de Janeiro decidiu intimar o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) para depor sobre supostos vazamentos da Polícia Federal. Além de Flávio, serão ouvidos ainda os advogados Ralph Hage Vianna e Christiano Fragoso.

O MPF-RJ decidiu investigar os vazamentos a partir de declarações feitas pelo suplente de Bolsonaro e pré-candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro, Paulo Marinho (PSDB).

Ele afirmou que Flávio foi avisado da operação que investiga a participação de deputados estaduais do Rio em um esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e loteamento de cargos públicos e que identificou as movimentações financeiras atípicas do ex-assessor do senador Fabrício Queiroz, preso nesta quinta-feira (18/6).

Por conta da prerrogativa de foro, o MPF-RJ solicitou que o procurador-Geral da República, Augusto Aras, encaminhe a intimação. O filho mais velho do presidente terá 30 dias assim que for intimado a prestar depoimento.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 19 de junho de 2020, 22h05

Comentários de leitores

1 comentário

Todo nosso apoio às autoridades no combate às milícias!

Harlen Magno (Oficial de Justiça)

Os cidadãos cumpridores da lei e decentes se regozijam com a volta paulatina do País ao império da lei!

Comentários encerrados em 27/06/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.