Consultor Jurídico

choque de ideais

Juiz de SP impede manifestações pró e contra governo neste domingo

Por 

A Justiça de São Paulo decidiu barrar que grupos antagônicos participem de manifestação no mesmo horário na Avenida Paulista neste domingo (7/6). A decisão é do juiz Rodrigo Galvão Medina, do foro da capital de São Paulo, para evitar confrontos e prejuízos.

A liminar desta sexta-feira (5) acolhe pedido feito pela Fazenda Pública do Estado de São Paulo em ação civil pública para, segundo o juiz, zelar as "autoridades administrativas competentes para que tal empreitada possa ter seu efetivo sucesso".

O magistrado cita como exemplo grupos antifascismo e pró-democracia, as torcidas organizada do Palmeiras (Mancha Verde), do São Paulo (Torcida Independente) e do Corinthians (Gaviões da Fiel). E ainda os grupos "Brasil contra o Comunismo", "Movimento Juntos Pela Pátria" e "Damas de Aço".

A decisão acontece após um ato organizado pelas torcidas organizadas contra o governo, no último domingo (31), terminar em confronto entre manifestantes e apoiadores do governo.

Clique aqui para ler a sentença
Processos 1000553-30.2020.8.26.0228




Topo da página

 é correspondente da revista Consultor Jurídico em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 6 de junho de 2020, 11h21

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/06/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.