Consultor Jurídico

Comentários de leitores

7 comentários

Mesa farta

Bóris-Suzano (Advogado Autônomo)

Esse é o discurso de falar de fome em mesa farta!
Resumindo: Os iguais não se condenam.

Corporativismo e Honras Com Desprezo da Verdade

DR. EMERSON MASCARENHAS VAZ (Advogado Sócio de Escritório - Previdenciária)

Realmente verdadeiro e absoluto corporativismo adotado pela Corte, como sempre. Ante as informações mencionadas é notória a inexistência de preocupação com a verdade, com a Justiça e prestígio e honra exagerados à instituição sem as devidas cautelas em favor da verdade e da Justiça. Indiscutivelmente, o TJSP ainda é um exemplo para os demais em quase tudo em termos de Justiça, com excelentes julgadores (Juízes e Desembargadores), mas não justifica a falta de conduta e postura adotada contra os Serventuários e Julgadores que se representa como donos da lei e intocáveis em face dos jurisdiconados.

Irmãos siameses

AP Advogado (Advogado Autônomo - Criminal)

A comunidade jurídica sabia da relação beeem próxima entre promotores e juízes, mas agora o subprocurador a escancarou ao afirmar que "o ataque à honra do TJ-SP representa um ataque ao Ministério Público paulista". É bem assim, pois como irmãos siameses não tem como um ser ferido sem que o outro também sofra as consequências.

Versade

Luciano B Gomes (Advogado Associado a Escritório - Criminal)

Falou tudo. É exatamente isso.

Corporativismo

Luiz C Ferreira (Advogado Autônomo - Civil)

Depois de 40 Procedimentos Administrativos e nenhuma punição real, pra mim, o corporativismo falou mais alto. Honra, o Tribunal tem, mas, pelo q vemos, esse desembargador n merece estar no seu seio.

"É meu amigo. Mexeu com ele, mexeu comigo".

Fabiano Manicardi (Advogado Autônomo - Criminal)

O comentário de que o ataque à honra do TJ-SP representa um ataque ao Ministério Público paulista, soa espartano. Talvez não reflita o pensamento dos demais, diante da pitada protecionista do "defendo você, e você me defende".

Honrados desembargadores

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

Os Desembargadores merecem o mais elevado respeito da sociedade.

Comentar

Comentários encerrados em 5/08/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.