Consultor Jurídico

Jurisdição universal

"Lava jato" usou norma anticorrupção dos EUA para punir empresas brasileiras

Retornar ao texto

Comentários de leitores

5 comentários

Síndrome vira lata

José Ribas (Advogado da União)

Curioso e que há brasileiros Yankees que defendem com veemência o imperialismo ditadorial dos EUA.

Matéria suja, como usual

Schneider L. (Servidor)

Na unilateralidade da narrativa, os repórteres esqueceram de mencionar que a legislação estadunidense foi aplicada nos EUA contra essas empresas porque crimes foram cometidos lá.

Que absurdo, não?

Jurisdição ampliada dos estados unidos

Gelson de Oliveira (Servidor)

Verdade. A Petrobrás lesou investidores americanos, que tinham ações da companhia. Como a empresa captou recursos financeiros em território americano, ela se submete às leis americanas, uma vez que o sistema financeiro deles é tão regulado quanto o brasileiro. Evidentemente que eles também possuem previsão de crime contra o sistema financeiro. A questão da ampliação da jurisdição pode ser aplicada no caso da empresária chinesa da Huawei, Meng Wanzhou, a qual, segundo me consta, não possuía nenhuma filial nos Estados Unidos, tendo sido alcançada por uma ordem internacional de prisão expedida por uma Corte de Nova York, estando ela fora do território americano, por um suposto crime que teria sido praticado fora dos Estados Unidos, por supostas transações comerciais com o Irã, o que violaria sanções decretadas pelo governo americano. A diretora da Huawei, Meng Wanzhou acabou presa em 2 dezembro de 2018 no aeroporto de Vancouver, no Canadá, antes de qualquer pedido de extradição ter sido feito pelos Estados Unidos. O Judiciário canadense ainda concedeu prazo de 60 dias para que o governo de Donald Trump apresentasse um pedido formal de extradição. A chinesa ainda trava uma luta contra o judiciário canadense tentando evitar a sua extradição para os Estados Unidos. Nesse caso eu entendo que essa ampliação de jurisdição representa, sim, abuso de poder por parte do Canadá e dos Estados Unidos.

Crimes?

jose roberto santana (Advogado Autônomo - Criminal)

Quais crimes? É fácil reproduzir noticiário sem fundamento nenhum. Crime foi o praticado por esses procuradores, pseudo-defensores da sociedade. Crime foi a quebra de grandes empresas brasileiras para favorecer os norte-americanos. Crime foram milhares de brasileiros e suas famílias ficarem sem emprego e sem sustento para promover esses procuradores da Lava-Jato que não sabem o que é um chão de fábrica e que não sabem o que é necessidade.Crime foi empresas brasileiras pagarem ao Tesouro Americano por eles se arvorarem como a Polícia do Planeta. Bilhões e bilhões que saíram daqui a favorecer um país que não precisa. E ainda há brasileiros que exaltam tais pessoas. Simplesmente lamentável e imoral.

Livro

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

Comprei o livro do Doutor Zanin. É excelente.
Os USA procuraram, diante da pujança da Economia do Brasil, que estava se tornando independente, no Governo Lula, destruir as empresas brasileiras, utilizando, para tanto, como motivo, a corrupção dos povos que vivem abaixo do Rio Bravo.

Comentar

Comentários encerrados em 29/07/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.