Consultor Jurídico

Crescimento de 108%

Mais de 6 mil militares já exercem funções civis no governo federal, diz TCU

Por 

Especialista em logística, Eduardo Pazuello está no comando do Ministério da Saúde
Palácio do Planalto

O governo federal conta atualmente com 6.157 militares em funções civis. O número representa um aumento de 108,22% em relação a 2016. A informação é da Secretaria-Geral de Controle Externo do Tribunal de Contas da União e foi levantada a pedido do ministro Bruno Dantas.

O dado enquadra os militares, ativos e na reserva, que compõem os cargos civis do governo, comparando os últimos três governos, abrangendo os anos de 2016, 2017, 2018, 2019 e 2020. No levantamento foi utilizado o mês de março de cada ano como parâmetro de comparação.

A informação reforça o caráter militar do governo do presidente Jair Bolsonaro. O Ministério da Saúde, que vem sendo alvo de críticas pela política claudicante de combate ao avanço da Covid-19 no país, por exemplo, emprega 1.249 militares. Um aumento de 94,55% em relação a 2016.

Entre os ocupantes de cargos comissionados, o número de militares também cresceu. Atualmente 2.643 estão em postos do tipo. Outros 1.969 estão atuando no INSS em regime de contrato temporário.

Além dos dados do TCU, levantamento feito pelo Poder360 mostra que atualmente 8.450 militares da reserva trabalham em comandos, ministérios e tribunais militares.

Do montante, 4.451 são do Exército, 3.923 integram a Aeronáutica e 76 são ligados à Marinha. Esses profissionais recebem um bônus de 30% sobre o salário.

Clique aqui para ler o relatório do TCU




Topo da página

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 17 de julho de 2020, 20h16

Comentários de leitores

5 comentários

Informação sem credibilidade

Sergio Lins (Bacharel - Administrativa)

Cliquei no que o repórter chamou de política claudicante no Ministério da Saúde e a matéria remete para "Militares inventam guerra contra Gilmar", sendo que Gilmar atribuiu um genocídio aos militares. Nesse ritmo de informações, a credibilidade irá pelo ralo....

Mais de 6000 milirttes...

Arlete Pacheco (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Os cargos de governo DEVEM ser preenchidos pelos critérios de CAPACIDADE e de HONESTIDADE! Não importa se os ocupantes sejam militares ou não! Aliás, ficamos muitos anos assistindo ao espetáculo medíocre de pessoas pertencentes à esfera civil, mas que somente trouxeram atraso, malícia, corrupção e cinismo, pousando de heróis abnegados e guerreiros do povo brasileiro, enganado crédulos ou seduzindo oportunistas!!! Chega de demagogia!!!

Militares

drjago (Advogado Autônomo - Civil)

Um pequeno comentário . Ainda bem que temos 6000 militares no governo. Já imaginou se fossem 6000 petistas/ psolistas, muitos deles ex guerrilheiros/ terroristas???

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 25/07/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.