Consultor Jurídico

Cabeças feitas

Plataforma de saúde mental da Caasp tem 10 mil acessos desde início da pandemia

Lançada durante a pandemia da Covid-19 para oferecer apoio psicológico à advocacia, a plataforma digital desenvolvida pela Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo (Caasp) somou, em dois meses de funcionamento, mais de dez mil acessos.

Atendimento tem encontrado advogados em situação de vulnerabilidade na pandemia 
123RF

Os dados foram apresentados durante evento internacional sobre saúde mental realizado virtualmente de 25 a 27 de junho. A partir do acesso, é possível marcar orientação individualizada na própria plataforma. As consultas são feitas por profissionais credenciados e custam menos de 50% do valor de mercado. Mais de 700 advogados já aproveitaram a iniciativa.

"O que nós temos visto é uma população que chega bastante vulnerável, com ansiedade e depressão. É importante que se estimulem as buscas pelas pessoas que ainda não estejam num nível de exaustão. Os atendimentos até aqui são de pessoas bastante fragilizadas", afirmou a psicóloga Ana Carolina Peuker, membro do Grupo de Trabalho de Enfrentamento à Covid-19 da Sociedade Brasileira de Psicologia.

O atendimento à distância passou a ser recomendado pelo Conselho Federal de Psicologia em março de 2020, em virtude das medidas de distanciamento social adotadas para frear a transmissão do coronavírus.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 5 de julho de 2020, 10h42

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/07/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.