Consultor Jurídico

Violação das prerrogativas

OAB-RO desagrava advogado expulso por policiais de casa de cliente

O advogado Nando Campos Duarte, expulso por policiais de casa de seu cliente durante mandado de busca, foi desagravado pela OAB de Rondônia.

Sede da OAB de Rondônia, em Porto Velho
Divulgação

O episódio ocorreu no último dia 24 de junho, quando o advogado foi impedido de acompanhar a diligência e foi expulso pelos policiais aos berros, que também disseram que a prerrogativa dele era restrita à sua atuação na delegacia e o chamaram de "cocô". "Qualquer um faz o curso de advogado. Eu tenho cinco irmãos advogados", disseram os agentes do Departamento de Narcóticos (Denarc) de Porto Velho.

Em sessão nesta terça-feira (30/6), a seccional de Rondônia decidiu que irá ingressar com medidas disciplinares administrativas e judiciais contra os oficiais da Polícia Civil. O ato de desagravo deve ocorrer na semana que vem, na sede da OAB, sendo respeitadas as restrições de ordem sanitárias.

"O nosso colega foi atacado, assim como a nossa Comissão de Defesa das Prerrogativas, a nossa instituição e a sociedade, porque é em favor dela que as prerrogativas existem, em proteção a cidadania. Por isso, essa luta é tão necessária e presto minha homenagem aos membros da CDP, que estão sempre a disposição para defender e responder aos chamados da advocacia, em qualquer hora do dia ou da noite", defendeu o presidente da seccional, Elton Assis.

Para o presidente da comissão de Defesa das Prerrogativas, Márcio Nogueira, "impedir o funcionamento da advocacia atenta gravemente sobre um dos pilares da democracia e a OAB cumprirá sua missão de defesa".

O advogado agredido, por sua vez, agradeceu a atuação da OAB. "Quero enaltecer minhas sinceras homenagens a toda essa pujante ação da OAB, que abraçou não a minha causa, mas a causa da advocacia", disse. Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB-RO.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 2 de julho de 2020, 19h21

Comentários de leitores

1 comentário

Advogado expulso casa cliente

José Luís ozorio gallucci (Outros)

Deveriam ser mais legalistas e educados, ainda mais que um dia eles poderiam precisar de um causídico, continuando agir dessa forma. Aguardemos ....

Comentários encerrados em 10/07/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.