Consultor Jurídico

Estatísticas do Judiciário

Juízes paulistas de 1ª instância julgaram mais de 5 milhões de ações em 2019

Por 

Fórum da cidade de Pompeia, no interior de SP
Divulgação

Os juízes paulistas de primeira instância proferiram 5.013.195 sentenças em 2019. O maior número de processos julgados, cerca de 2 milhões, foi de natureza cível. Em segundo lugar, aparecem as execuções fiscais — aproximadamente 1,7 milhão.

Em 2019, também foram distribuídos no estado 5.069.072 feitos, novamente com destaque para as áreas cível e de execução fiscal. A primeira instância fechou o ano passado com 19.659.919 processos em andamento, sendo 11,8 milhões são de execuções fiscais.

Durante o ano passado, foram realizadas 3.697 sessões do júri. O Juizado Especial Cível obteve 58.904 acordos extrajudiciais comunicados ao juízo, 40.983 acordos realizados por Conciliadores e 13.463 conduzidos por juízes, em audiências.

Já o Juizado Especial Criminal recebeu, ao longo de 2019, 15.884 denúncias. Desse total, 637 foram rejeitadas. Por fim, nos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), foram firmados 103.489 acordos na fase pré-processual e 87.774 acordos na fase pós-processual.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (23/1) no Diário da Justiça Eletrônico do Tribunal de Justiça de São Paulo. 

Topo da página

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 23 de janeiro de 2020, 20h45

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 31/01/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.